Arquivo da tag: web hosting

Os diferentes tipos de Web Hosting

A escolha do serviço de alojamento pode tornar-se uma dor de cabeça grande para os Webmasters, principalmente no que respeita ao operador escolhido. Em Portugal este é um mercado que, na minha opinião, está saturado – muito por culpa de operadores menos bons que desaparecem do mapa sem deixar contacto. Como é óbvio, uma atitude dessas pode causar muitos constrangimentos a muitos Webmasters, e até a empresas. Eu sou da opinião que mais vale gastar mais alguns escudos para não ter más surpresas. Mas deixo essa discussão para mais tarde.

Outra escolha pertinente é o tipo de alojamento que se deve escolher. Esta escolha pode depender dos mais variados factores, como por exemplo o retorno que tem o site, ou a utilização de recursos do site. Apenas para dar um exemplo, o Moodle é um sistema pesado, especialmente se tiver integrados alguns módulos, sendo aconselhável uma solução mais dedicada.

Alojamento gratuito

Era bom todos termos um serviço de alojamento fiável e gratuito. Mas podem esquecer… para evitar dissabores, não recomendo alojamentos gratuitos a quem deseja ter o mínimo de garantias. Normalmente quem oferece este tipo de serviço tem os servidores com centenas de sites, o que causa muita instabilidade no serviço. Também por norma não existe suporte técnico qualificado, pelo que qualquer problema que tenha pode demorar alguns dias para se resolver, isto se conseguir resolvê-lo.

Alojamento partilhado

Este é o serviço utilizado por cerca de 90% dos sites. Normalmente são dadas garantias básicas de funcionamento e de suporte técnico. Não obstante, não nos esqueçamos que estamos a falar de um serviço partilhado por vários clientes, e que infelizmente há clientes mal intencionados, ou então sem saber o que estão a fazer, e que em poucos minutos podem sobre-carregar o serviço, ao enviar uma simples newsletter. Em Portugal, já a maioria dos operadores proíbem o envio de newsletters em ambiente partilhado. No entanto, esse processo só é verificado quando o servidor já está com um load alto, o que gera incapacidade no servidor.

VPS – Virtual Private Servers

Os VPS são uma espécie de servidor dedicado, mas com dependência de uma máquina principal, que também pode ter anomalias que interfiram com a VM (virtual machine). A nível de software, normalmente é configurado pelo cliente, vindo com uma instalação base. Alguns operadores podem ajudar noutras configurações iniciais, mas depois o trabalho é, regra geral, feito pelo cliente. Para ter um VPS, é recomendado ter alguns conhecimentos de como funciona o sistema ou o painel de controlo, já que em caso de falha é pouco provável ter a ajuda da empresa de hosting, a menos que se chegue a algum acordo, que normalmente inclui pagamentos extra.

Servidor Dedicado

Ao contrário do VPS, em que os recursos de um servidor principal são divididos por várias VM’s, num servidor dedicado o normal é ter um servidor (máquina) exclusiva, em que os recursos de hardware são garantidos. É apenas aconselhável para quem já tem conhecimentos suficientes para administrar a máquina sem ajuda de terceiros. Infelizmente já encontrei por aí empresas que falam em servidor dedicado, mas na verdade depois somos confrontados com nada mais do que um servidor virtualizado, embora com hardware dedicado.

Cloud Hosting

Este é o futuro. O Cloud Hosting é aplicado quando temos uma garantia de 100% de uptime de hardware, uma vez que temos vários servidores a funcionar em conjunto, e uma máquina é automaticamente substituída quando tem problemas ou está mais carregada de pedidos. Mais uma vez, há empresas que confundem as coisas… fornecem um serviço de alojamento partilhado, e chamam-lhe Cloud Hosting. É necessário ter alguma atenção ao nome que damos aos produtos.

Resumo

Na prática, estamos perante vários tipo de Web Hosting que, embora o objectivo seja o mesmo em 95% dos casos (colocar um site online), diferem no que toca à capacidade de alteração de configurações, dependência e partilha de recursos e, claro, o preço.

Apesar de existirem ainda mais algumas formas de alojamento (Cluster por exemplo), não as vamos explicar agora, até porque são soluções normalmente utilizadas apenas por empresas já com uma dimensão razoavelmente grande, e com uma equipa informática.

Fonte: Bruno Miguel/phpportugal