Arquivo da tag: tumblr

Como colocar música no Tumblr

Fonte: Antonio Faneca/BlogandocomFacilidade

Olá leitores! No artigo de hoje irei ensinar a vocês como colocar música no Tumblr. Se não conhece ou gostava de saber mais sobre o Tumblr, considere ler nosso artigo de introdução à plataforma. Explicando muito rapidamente, o Tumblr é nada mais que uma plataforma de blogagem bastante recente que tem como principal foco a interação e compartilhamento de ideias, imagens, vídeos, etc…

Seguimos então agora com o tutorial…

1º – Então, para começar, acesse o painel administrativo de seu blog. Depois, clique em Customize Appearance, tal como mostra a imagem.

2º – De seguida clique em Edit HTML, presente no canto superior esquerdo.

3º – Agora, abra uma nova aba e entre no Website do SCM Music Player. Aí, escolha o aspeto do reprodutor que ache melhor para seu blog e de seguida coloque as URL’s das músicas que pretende que toquem no blog. Uma coisa interessante, é que é possível adicionar Playlists e vídeos isolados do Youtube e através de RSS também, o que é mesmo muito útil.

4º – Depois de clicar em Done, será redirecionado para uma página com o código do Widget.

5º – Agora, copie o código gerado e cole ele no código HTML de seu Tumblr, imediatamente abaixo da tag <body>.

6º – Por último, clique em Update Preview e está feito!

Tumblr – Micro Blogging + Rede Social

O Tumblr é um serviço que oferece uma mistura de micro-blog e rede social, para quem não precisa de muitos recursos ou que não tem ou não quer gastar seu precioso tempo customizando o blog. A principal ideia do Tumblr é criar um espaço onde as pessoas (leia-se blogueiro) possam publicar coisas interessantes (pelo menos para elas) que tem conhecimento, viram em algum lugar ou que acontecem em seu dia a dia, de forma simples e rápida.

Além de textos e imagens, o Tumblr permite publicar citações, vídeos, incluir uma área de conversação, músicas MP3, Vídeos, links rápidos e etc.

Outra característica importante do Tumblr é que ele também funciona como se fosse uma rede social, onde pessoas podem se conectar outros usuários para compartilhar suas atualizações, que são exibidas dentro do painel de controle do Tumblr.

Com exceção das imagens, sua estrutura minimalista, sua simplicidade e a possibilidade de se conectar com outras pessoas lembram muito o já consagrado Twitter. Falando nisso, você também poderá configurá-lo para se conectar ao seu perfil do Facebook e Twitter, desta forma suas atualizações no Tumblr serão publicadas automaticamente nestas redes sociais.

Como teste eu criei uma conta para mim no Tumblr, se quiser conferir e aproveitar para me seguir por lá, visite o http://celsolemes.tumblr.com/

Como participar do Tumblr

Para criar uma conta, basta acessar a página inicial do Tumblr, preencher os 3 campos com seu endereço de email, senha e nome desejado para seu novo blog que passará a ser algo como seunome.tumblr.com. Em seguida um email contendo um link de ativação será enviado para você. Clique no link dentro do email para ativar sua conta.

Para alterar o template e fazer algumas configurações no seu blog, você deve clicar no seu nome que aparece no topo do painel de controle. Em seguida você pode clicar em”Customize appearence” para editar o template e em “Settings” para fazer configurações gerais.

Fonte: Celso Lemes/CriarSites

WordPress ultrapassa os 60 milhões de sites

Matt Mullenweg, fundador do WordPress, confirmou ontem que a plataforma ultrapassou a marca dos 60 milhões de blogs, atingindo cerca de 300 milhões de visitantes únicos por mês.

Mas, para ele, isso é apenas o começo: o desenvolvimento do WordPress nas áreas social e mobile devem levar a um crescimento ainda maior nos próximos meses.

Durante uma entrevista na conferência GigaOM RoadMap, em São Francisco, Califórnia, Mullenweg afirmou que as features sociais são muito interessantes e promovem um grande engajamento à plataforma.

O desenvolvimento para mobile também é uma grande prioridade para o futuro do WordPress. De acordo com o executivo, a plataforma mobile cresceu sete vezes no último ano, e há de 4 a 5 milhões de usuários ativos se logando diariamente via dispositivos móveis.

No entanto, Mullenweg não acredita que esse caminho seja uma resposta à concorrência, mas sim uma questão com os usuários, já que a forma de uso do WordPress é tipicamente diferente de serviços como Tumblr e Twitter. “WordPress não é apenas para fazer seu blog, é para fazer todo o seu site. 92% dos usuários o usam como um sistema de gerenciamento de conteúdo, indo além do blog”, afirma.

De acordo com o fundador da plataforma, não há planos para abandonar os padrões open source do WordPress. “Eu acredito que moral e filosoficamente o futuro, não apenas dos softwares, mas de tudo, é ser open source… e, neste caminho, eu não vejo nenhuma barreira para o nosso crescimento”, disse Mullenweg.

Post original de GigaOM

Fonte: IMasters

Como otimizar para o SEO um artigo escrito corretamente

Quer você o Blogger, WordPress, Tumblr ou outra plataforma para blogar, é muito importante que seus artigos sigam algumas das mais elementares regras da otimização para motores de busca, a fim de se posicionarem melhor quando o usuário realiza uma busca no Google, por exemplo. Para muitos blogueiros a otimização correta de um artigo é algo bastante básico, mas para muitos outros blogueiros é sem dúvida um processo um pouco mais complicado, especialmente aqueles que não têm noção concreta de quais as regras do SEO

Se você usa o WordPress (leia porque o WordPress é melhor que o Blogger) existem dois plugins que o podem ajudar imenso ao nível da otimização de artigos, nomeadamente o All in One SEO e o WordPress SEO. Qualquer um deles cumpre as suas funções corretamente, embora teoricamente o WordPress SEO seja um plugin mais completo e melhor para quem busca melhores resultados ao nível de SEO. Se por ventura já usa o All in One SEO e gostava de instalar o WordPress SEO, este último importa todas as suas configurações do primeiro, portanto, pode ficar tranquilo.

Quando você começa a escrever o seu artigo, os primeiros dois aspectos são extremamente importante. Tanto o título do artigo, como o endereço URL desse mesmo artigo têm um papel fundamental no nível de indexação desse artigo para as palavras-chave que você deseja. Se o seu objetivo é que seu artigo apareça no Google quando o usuário busca por Como melhorar rendimentos com a Netaffiliation, então você tem obrigatoriamente de incluir essas palavras-chave tanto no título como no endereço URL do seu artigo. É possível também rankear bem para esses termos sem ter as palavras-chave todas no título ou no endereço URL, mas é certamente mais difícil.

O primeiro passo no que diz respeito ao link building interno e externo dos seus artigos é definir corretamente o texto âncora que você quer linkar. Se você vai linkar para um blog sobre Freelancers, por exemplo, tente sempre colocar um texto âncora que tenha a palavra-chave Freelancer. Aí você esté ajudando outro blogueiro, que mais tarde ou mais cedo vai ajudar você também. Se você linkar para ele com um texto âncora do tipo “clique aqui”, o mais provável é que você nunca receba um link desse blogueiro de volta. O mesmo se aplica aos seus artigos internos. O texto âncora é fundamental não só para quem lê, como também para os motores de busca. Seja inteligente na seleção de seus textos âncora para ajudar no posicionamento dos seus artigos.

Fonte: Artigonal