Image Image Image Image Image
Scroll to Top

Topo

marketing

25

fev
2012

Sem Comentários

Em Blog

Por Allison

10 Motivos para Criar um Blog!

Em 25, fev 2012 | Sem Comentários | Em Blog | Por Allison

Fonte: Rogério Gomes/WRG

Não importa qual o motivo principal que o levou a criar um blog, saiba que por trás dele ainda existem vários outros ótimos motivos para criar um blog e quem sabe, se tornar o próximo blogueiro de sucesso nos próximos anos!

Muito se fala sobre Ganhar Dinheiro com blog, mas na verdade, antes do dinheiro o blog pode ser uma grande ferramenta para ajudar milhares de pessoas.

Abaixou vou listar 10 motivos extremamente importantes que o ajudam direta e indiretamente quando se toma a decisão de criar um blog.

1- Aumenta sua Habilidade na Escrita!

Quem acha que não sabe escrever ou mesmo quem gostaria de melhorar e se aperfeiçoar na escrita deve criar um blog, afinal de contas, é grátis e você poderá praticar a escrita a qualquer momento.

Com o tempo verá o tamanho da sua evolução quando o assunto for escrever.

2- Expanda sua Atividade Profissional!

Um blog é uma poderosa ferramenta de marketing e através dele você pode se expor ao mundo, seja pessoalmente ou profissionalmente. Conforme seu blog atinge outros níveis de visibilidade, mais e mais pessoas vão conhecer um pouco mais sobre suas qualidades.

Muitas pessoas exploram esse lado para fechar negócios e fazer novos contatos.

3- Tenha uma Nova Fonte de Receita ao Criar um Blog!

Aqui inevitavelmente não temos como citar que um blog pode melhorar suas finanças, pois à medida que surgem mais visitantes, você pode rentabilizar o blog de diversas maneiras, seja com a prestação de serviço ou uma das varias formas de publicidade online.

Vale lembrar que ganhar dinheiro com blog leva tempo como citei no artigo “Forma mais Segura para Ganhar Dinheiro com Blog e Viver disso algum Dia!”, mas basta persistir e não parar pelo caminho que você chega lá.

4- Construa uma Sólida Rede de Contatos!

Essa é outra vantagem ao se criar um blog, pois além de novos colegas e potenciais amigos, você tem a chance de conhecer vários parceiros de negocio, que ajudam a expandir as atividades profissionais (como citei item 2), e consequentemente pelo seu esforço continuo, o blog se torna uma nova fonte de renda (mencionado no item 3).

5- Solte suas Idéias para o Mundo!

Muitas vezes não temos com quem falar sobre as varias coisas que passam por nossa cabeça, mas através do blog você pode expor suas ideias para pessoas interessadas, que mais tarde podem evoluir para novos leitores, amigos ou contatos profissionais.

Use e abuse da criatividade depois de criar um blog, afinal de contas quem se destaca na criatividade tem sucesso garantido.

6- Você passa a Exercitar mais a Leitura!

Como dizem por ai, “quem lê bastante acaba sendo mais inteligente” e quando o assunto for opções de leitura, isso não falta quando se tem um blog.

Quase que diariamente você vai ler outros blogs repletos de matérias, artigos e notícias. Fora os livros, ebooks, emails, comentários deixados, enfim, todos os dias você irá lapidar sua habilidade de leitura, aumentando cada vez mais seu conhecimento.

É por estas e outras que um blog poderia muito bem ser usado em sala de aula, para estimular à escrita e a leitura de uma forma divertida e interativa entre os alunos.

7- Seu novo limite será o Gigantesco Mundo Virtual!

O Blog pode ser utilizado para espalhar e expandir sua influência pela rede, afinal de contas aqui não há muros, barreiras ou fronteiras. Se o seu conteúdo for bom e as pessoas gostarem, o céu virtual será o novo limite para você e suas ideias.

O mundo virtual pode ser sua passagem ao sucesso no mundo real, e tudo pode acontecer diante do simples e poderoso ato de criar um blog.

8- Fora que é seu Diário Pessoal!

Basta ler os artigos publicados que irá lembrar e se emocionar com as diversas situações queridas e nem tanto que já vivenciou.

É ótimo olhar para trás através das postagens e reviver todas as ótimas lembranças que estão guardas no blog. Por isso, esse é mais um ótimo motivo para começar seu blog hoje mesmo, através dele você destaca a marca uma linha do tempo da sua própria vida.

9- O Mundo pode ser melhor com seu Blog!

Afinal de contas é uma ótima forma de trabalho voluntário, já que irá se dedicar por horas e horas e fim de esclarecer e compartilhar seu conhecimento com o mundo afora.

Através das suas palavras, muitas pessoas poderão se inspirar para tomar decisões e gerar novas ideias. Pense na grande responsabilidade que seu blog terá no futuro, ajudando na tomada de decisões e na criação de novos formadores de opiniões.

10- Aumento na Qualidade de Vida!

Como blogueiro hoje posso me dedicar mais a coisas que realmente gosto e me dão prazer e isso por si só não tem preço. Acho que apenas por evitar passar por horas de stress no transito e aguentar patrão chato, já valeria e muito a pena estar aqui desde novembro de 2009, e isso porque não citei o lado financeiro, que diferente da hierarquia no mundo tradicional, aqui não há fronteiras para quanto você pode ganhar.

Quanto mais trabalhar com criatividade, mais tende a ganhar diante do blog.

Seja ganhando mais tempo, dinheiro e qualidade de vida para você e família.

O Blog não apenas traz estes 10 itens como pode ser a sua porta para a independência financeira, já que quanto mais se dedicar hoje, maior é o que volta para você lá na frente.

Se conseguir passar pelo primeiro ano diante do blog, vai começar a enxergar a luz e após isso, ninguém mais te segura.

Tags | , , ,

12

ago
2010

Um Comentário

Em Blog

Por Vinicius AC

Internet – canal de vendas e marketing

Em 12, ago 2010 | Um Comentário | Em Blog | Por Vinicius AC

No editorial do último boletim Visão do Empreendedor, do Sebrae, J.Octávio Knaack Jr., coloca algumas informações importantes sobre a presença das empresas de pequeno porte na internet.

1- A Associação Comercial de São Paulo, em janeiro de 2010, concluiu que 30% das empresas de pequeno porte já compraram ou venderam pela internet. Mas, o que me chamou atenção foi o outro lado; o das 70% que estão fora. Destas, 47% declararam que não o fizerem por “falta de necessidade de usar esse canal”.

2- Pela outra ponta, a do consumo, foi constatado que 87% dos consumidores domiciliados no estado de São Paulo pretendem comprar produtos pela internet no 3º trimestre deste ano, sendo os segmentos: eletroeletrônicos com 34,2% das intenções: produtos de informática com 28,8% e CD, DVD, livros e revistas com 23,7%, os mais visados. Para 60% a forma preferida de pagamento é o cartão de crédito. Segundo e-bit, o comércio eletrônico faturou R$ 6,7 bilhões no primeiro semestre de 2010. Alta foi de 40% na comparação com o mesmo período de 2009

3- Já pelo olhar da empresa de consultoria Nilsen Company, 86% dos internautas brasileiros, cerca de 61milhões de pessoas, usam a rede social e passam algo em torno de 5 horas por dia navegando nela, uma hora a menos que a média mundial.

4- Outra empresa, a Gartner, estudou um grupo de quatro mil consumidores de dez mercados globais no quarto trimestre de 2009. Concluiu que a maioria dos consumidores troca informações em redes sociais antes de escolher um produto que quer comprar. Mais ainda, descobriu “que as pessoas têm diferentes papeis quando se trata de recomendar produtos para os amigos de suas redes”. Sem entrar nos detalhes, a conclusão é a de que 20% das pessoas influenciam a compra dos outros 74%.

5- Mercado brasileiro de PCs cresceu 20% no primeiro semestre deste ano segundo Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). Destaque para o crescimento de 54% nas vendas de notebooks/netbooks, chegando a 3 milhões de unidades no semestre.

No mesmo boletim, há um link para um post de Eric Santos sobre Marketing Digital. Veja abaixo:

Os Benefícios do Marketing Digital para Pequenas e Médias Empresas

A Internet tem mudado radicalmente a forma com que as empresas podem encontrar e se comunicar com os seus clientes. Para fazer isso anteriormente, as empresas eram obrigadas a gastar grandes verbas para fazer propaganda através dos meios tradicionais, tais como TV, rádio, jornais, revistas, outdoors e panfletos, já que essas eram praticamente as únicas formas de alguém descobrir sobre a oferta de um produto ou serviço.

No entanto, as pessoas hoje estão expostas a muito mais opções de mídia, produtos e canais de informação, e ao mesmo tempo estão cada vez mais eficientes em ignorar propagandas invasivas ou irrelevantes. Além disso, quando querem comprar algo, os consumidores têm confiado na Internet como forma de ajuda na tomada de decisão, buscando mais informações sobre o produto ou empresa, comparando preços, consultando opiniões de outros usuários e aceitando recomendações de amigos nas redes sociais.

Isso tem feito com que qualquer propaganda só seja realmente efetiva quando gera valor real para o seu público, sendo relevante, precisa e baseada na permissão. O Marketing Digital têm algumas características que auxiliam nesta tarefa, permitindo que tenhamos alto retorno sobre o investimento de tempo e dinheiro na comunicação via Internet.

O Marketing Digital:

  • É mensurável: Conseguimos medir em detalhes os resultados de cada campanha e saber o que funciona e o que não funciona, e então continuar investindo nas coisas que dão melhor retorno;
  • É segmentável: Podemos promover ações com um foco muito maior, assim comunicamos e interagimos apenas com o público que tem interesse no que temos a oferecer;
  • Permite atração gratuita: Seja por meio de busca orgânica no Google ou de forma viral via email e redes sociais, é possível atrair potenciais clientes de forma gratuita e crescente para o seu site;
  • Permite a construção de uma audiência: Através da produção de conteúdo relevante, o Marketing Digital possibilita a construção de uma base (ex: emails cadastrados, assinantes de blog, seguidores no Twitter, etc.) que ao longo do tempo se torna um ativo de marketing fundamental para a empresa;
  • Tem ótimo custo-benefício: A combinação das quatro características acima faz com que o Marketing Digital permita que se atinja bons resultados mesmo a partir de baixos investimentos. Combinando a boa aplicação de recursos com idéias inteligentes e ajuda de boas ferramentas, o investimento na Internet tem muito mais retorno se comparado às mídias tradicionais.

Por todas essas características, diversas empresas têm experimentado excelentes resultados e, por conseqüência, têm investido cada vez mais no Marketing Digital. No Brasil, o investimento nesse meio cresce a mais de 30% anualmente (fonte: IAB).

Para as Pequenas e Médias Empresas (PMEs), esses benefícios do Marketing Digital são ainda mais evidentes, já que em geral elas dispõem de poucos recursos para promover os seus produtos e serviços. A Internet é o meio onde boas ideias (simples e objetivas) e uma boa execução têm muito mais valor do que o dinheiro. No entanto, muito empreendedores e responsáveis de marketing das empresas ainda não tiram proveito desse potencial, seja por desconhecerem as técnicas e ferramentas ou mesmo por terem receio da complexidade do meio.

Por conta disso, nosso objetivo aqui é desmitificar o Marketing Digital, mostrando como ele pode ser Simples, Acessível e Efetivo. Criaremos e compartilharemos conteúdos com conceitos, dicas e práticas para utilização eficiente da Internet como canal de comunicação e promoção da sua empresa e produto. Além disso, ao longo do tempo também desenvolveremos ferramentas que irão auxiliar em algumas das principais tarefas do Marketing Digital que discutiremos aqui no blog.

Diante destes argumento, nós da SWX perguntamos. O que sua empresa tem feito?

Tags | , , , , ,

04

ago
2010

Um Comentário

Em Blog

Por Vinicius AC

WEB Marketing – Potencial e ferramentas

Em 04, ago 2010 | Um Comentário | Em Blog | Por Vinicius AC

Os Web Sites até o fim dos anos 90 representavam uma fotografia estática da sua empresa no mundo online. Eram essencialmente informativos. Os WEB Sites hoje são a sua empresa no mundo online. Além de informativos, devem ser dinâmicos e interativos. Unindo praticidade e custo mais acessível, a Internet, entre outras coisas, permite que as empresas exibam seus produtos e serviços, e estabeleçam uma relação mais intensa com seus clientes e parceiros.

O mercado

Pesquisa CETIC.BR (amostra 3700 empresas com 10 ou mais funcionários, ano 2009)

  • 93% usam a internet, sendo:
    • 9% B2C – Negócios entre empresas e consumidor;
    • 44% B2G – Negócios entre empresas e governos;
    • 47% B2B – Negócios entre empresas
  • 55% compraram pela Internet
  • 40%  venderam pela internet
  • Vendas Varejo – 10,6 bilhões de reais em 2009 (e-bit).

A porcentagem de pessoas que procuram informações sobre empresas e/ou produtos no Google chega a 90%, e uma boa parte fica bastante desapontado quando não encontra nada ou quando encontra algo ruim.

O que estes números demonstram é que, queira você ou não, sua sede na Internet influencia nos resultados da empresa. A influência pode ainda nem ser notada, mas existe e renderá frutos. Pense em Darwin e sua teoria da evolução. As mudanças são inevitáveis e a longo prazo, só os que melhor se adaptarem sobreviverão.

Web Marketing

Ao contrário das mídias tradicionais que disparam para todos os lados tentando atingir o alvo, na Internet é possível direcionar a divulgação para o público alvo desejado de forma bastante eficiente.

Essencialmente, isto acontece porque na Internet é o cliente interessado no produto ou serviço que chega até a empresa e não o contrário. Em função disto, torna-se essencial otimizar a divulgação para o público alvo que se deseja atingir, o que  necessariamente passa por uma segmentação do conteúdo oferecido. Na Internet, tudo é muito segmentado, por exemplo, pelo simples fato de você ter chegado até este texto, existe uma grande probabilidade de possuir interesse em web marketing, seja como cliente ou como profissional ligado a área.

SEO e SEM

SEO, numa tradução livre, significa Otimização para Ferramentas de Busca e SEM, também numa tradução livre, significa Marketing para Ferramentas de Busca. Existem muitos livros somente sobre estes assuntos. São técnicas que essencialmente têm o objetivo de fazer o conteúdo que você publica na Internet aparecer melhor colocado nas pesquisas (Google, Bing, Yahoo, …).

SEM engloba o conjunto de estratégias de Marketing na Internet que tem por objetivo a promoção de um website nos resultados dos buscadores. SEM engloba SEO, posicionamento pago, anúncios contextuais e outras técnicas. Ele é um guarda-chuva para termos relacionados. SEO são as técnicas restritas a otimização do código e do conteúdo para melhorar o posicionado nas pesquisas.

SEM = SEO + Redes Sociais + Blogs Corporativos + Links Patrocinados + Anúncios Contextuais + (Outras estratégias para busca)

O importante é saber que, entre todas, a técnica número 1 é: Ofereça conteúdo relevante para seu público alvo. As dezenas de outras técnicas ajudam a melhorar ainda mais os resultados derivados desta.

Atualmente, ao buscar determinada palavra-chave, 60% das pessoas não passam da primeira página do Google e 90% não passa da terceira página. Isto quer dizer que não basta o site da sua empresa estar indexado no Google. Sua empresa deve ter uma estratégia de SEM definida para que possa estar entre as primeiras posições e ser facilmente encontrada pelos seus clientes em potencial.

Redes Sociais

Representa uma das grandes modificações recentes em termos de comunicação. As redes sociais são conhecidas como a nova propaganda boca-a-boca. Nelas, opiniões e percepções são trocadas continuamente entre compradores, vendedores, formadores de opinião, políticos, artistas, especialistas, etc…, definindo e redefinindo opiniões e atitudes de indivíduos, muitas vezes aos milhares.

95% dos internautas no Brasil participam de alguma rede social. No mundo 72%. Muitos deles falam de sua empresa, mesmo que você ignore isto. Cerca de 33% dos internautas consideram as opiniões de outros consumidores postadas em sites de comunidades, de acordo com pesquisa F/Radar. O Brasil é o país que mais utiliza redes sociais no mundo e a tendência é só crescer. Afinal, o governo federal quer, para breve, elevar o acesso à banda larga de 12 milhões para 40 milhões de domicílios, com o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL).

As redes sociais permitem colher informações de clientes ou do público-alvo a um custo muito baixo e em curto prazo. É cada vez mais importante descobrir o que o internauta quer e pensa, e as redes sociais proporcionam este aprendizado. Além disto, o uso correto de redes sociais ajuda a associar a imagem da empresa à transparência, faz com que o cliente se sinta tratado de igual para igual e acaba por criar um canal direto com os consumidores.

Cases com redes sociais:

  1. Um cliente insatisfeito, até mesmo sem razão, pode gritar aos 4 ventos em diversas redes sociais o quanto seus produtos ou serviços são ruins. Se sua empresa ignora esta mídia, não vai ter a oportunidade nem ao menos de se defender. Possivelmente perderá alguns clientes sem nem notar.
  2. Já vendemos um apartamento de 500 000 reais pelo Twitter. Colocamos o link de venda no nosso perfil e um dos seguidores se interessou pelo imóvel.” Disse Roberto Aloureiro da construtora Tecnisa, com sede em SP.
  3. Para divulgar vagas e processos seletivos, a Vale criou perfis em quatro redes sociais  – Twitter, Linkedin, Facebook e Orkut. Veja aqui.

Mídias Sociais

Existem diversas mídias sociais disponíveis hoje em dia. Uma rede social, simplificando, é um conjunto de pessoas interagindo. A palavra chave neste caso é Interação, pois se não houver interação, não há rede social. Todas as ditas mídias sociais, como youtube, orkut, facebook, twitter, etc…, permitem de uma forma ou de outra, a formação de comunidades com uma forte interação entre os participantes, e é por isto que são mídias sociais.

Futuro próximo

Existe a previsão de que as redes sociais ocuparão o lugar do e-mail nas empresas. Eu particularmente não acredito nisto, mas tenho certeza que o papel destas crescerá bastante a curto prazo, talvez ultrapassando o email em uso, mas não substituindo.
O uso dessas redes exige planejamento, conhecimento e profissionais qualificados. As empresas acham que é só se cadastrar e começar a produzir conteúdo. Pensar assim pode ser fatal.” Disse Rodrigo Prior, publicitário e consultor de Mídias Sociais.

Para usufruir dos grandes benefícios das redes sociais para as empresas é necessário planejamento, conhecimento e profissionais qualificados. A tendência é que, devido a complexidade e importância, cada vez mais empresas passem a contratar outras empresas ou especialistas para o gerenciamento e monitoramento de suas redes sociais. Entre outras coisas, é preciso moderar comunidades e sites de relacionamento, estruturar as melhores formas de interação, desenvolver estratégias de marketing e acompanhar a situação das marcas na internet.

Blog Corporativo

Os blogs corporativos, ao publicarem de forma frequente conteúdo relevante para o público alvo da empresa, desempenham um papel importante na estratégia de SEM.

Também considerado um importante canal no pré-venda, há muitos casos de companhias nacionais que criaram blogs para dialogar de perto com seus clientes. Como exemplo de atividades que vem sendo implantadas para a geração de negócios on-line é possível citar as montadoras de veículos que usam a web para esclarecer dúvidas dos potenciais compradores antes que eles se dirijam a uma loja para fechar o negócio, ou o setor de construção civil com seus lançamentos imobiliários.

O investimento dessas empresas nessas ações supera a marca de 10% de sua verba publicitária, o que representa uma quebra de paradigma. Entretanto, isso só tem ocorrido porque essas companhias constataram a eficácia desse meio para trazer novos consumidores, bem como incrementar resultados financeiros.

Cases com blogs corporativos:

  1. Petrobras – Fatos e Dados – Principal ferramenta da maior empresa do Brasil para desmentir certas reportagens que costumam sair em alguns veículos, apenas isto.
  2. Fiat Mio – Um carro sendo projetado com a contribuição dos internautas, apenas isto.

Por Vinicius A. Castro, da SWX Sistemas

Tags | , , , , , , , , , , , , ,