Arquivo da tag: google panda

Você oferece conteúdo de qualidade para seus visitantes?

Fonte: Celso Lemes/CriarSites


O conteúdo de qualidade é uma exigência para o blogueiro que deseja ter sucesso com seu blog. Se ele for fraco, mal escrito ou conter informações insuficientes, dificilmente ele conseguirá boas posições nos mecanismos de buscas, os visitantes não irão recomendá-lo e seu site/blog acabará sem visitantes.

No caso do buscador do Google, o conteúdo de qualidade passou a ser uma exigência do novo algoritmo implementado há alguns meses, apelidado de Google Panda, que é muito mais exigente quanto a qualidade do conteúdo que é indexado, deixando em posições inferiores nos resultados das buscas, os sites que não se encaixem em seus critérios de qualidade.

Como saber se o meu conteúdo tem qualidade

Para saber se o seu conteúdo é de qualidade, pense da seguinte forma:

  • Será que os visitantes sairão satisfeitos com o que vão encontrar em meu site?
  • Será que o meu conteúdo oferece a informação ou o entretenimento que eles procuram?

Se a resposta for não (se você pensar para responder um SIM, é porque você poderia melhorar seu conteúdo), é melhor repensar a forma que você está trabalhando em seu site/blog.

Confira abaixo algumas dicas que eu aprendi durante minha carreira de blogueiro amador e profissional.

Pesquise sobre o assunto

Independente de você ser um expert ou não no assunto que pretende escrever, uma boa ideia é que faça pesquisas acerca do tema, porque sempre haverá alguma coisa a ser aprendida e que poderia ser adicionada ao artigo.

Procure adicionar todas as informações que forem pertinentes e deixe de lado o que não importa (sem ficar enchendo linguiça). Se o artigo ficar muito extenso, você poderá dividi-lo em duas ou mais partes.

Preste atenção nos erros gramaticais e na forma que escreve

Os erros ortográficos dão aos visitantes uma má impressão sobre a qualidade geral do conteúdo, podendo levá-los a deixarem o site por causa disso. Além disso, o conteúdo bem escrito é uma exigência do Google Panda, que dá prioridade ao conteúdo livre de erros ortográficos grotescos. Se você não for muito bom em Português, poderá sempre utilizar um corretor ortográfico.

Outra coisa que você deve prestar atenção é no nível de complexidade do texto. Se o conteúdo que você está escrevendo é direcionado a alunos de faculdade, provavelmente você deve escrever os textos em um nível acadêmico, mas o mesmo conceito não se aplicaria caso o conteúdo seja direcionado a um público mais jovem. Portanto enquanto estiver escrevendo, procure escrever de uma forma que seja compreensível para o seu público, sem parecer complicado ou simples demais.

Adicione ilustrações sempre que possível

As imagens ajudam a quebrar o gelo, chamando a atenção dos leitores e facilitando a compreensão do texto. É como diz aquele velho ditado “Uma imagem vale mais que mil palavras”.

Deixe o conteúdo de molho

Uma boa pratica para deixar seu conteúdo ainda melhor, é deixá-lo de molho por um ou mais dias. Isso lhe dará tempo se lembrar de algo que não foi adicionado ou para que novas ideias surjam e que complemente o artigo, aumentando sua qualidade.

No entanto, para que isso seja possível, é importante que você escreva artigos com antecedência, caso contrário você poderá se ver em uma situação em que não tem outro jeito a não ser publicar o conteúdo as pressas.

Eu mesmo tenho o hábito de não publicar meus artigos imediatamente, deixando-os como rascunho em meu blog. Sempre que preciso publicar um deles, dou uma olhada antes no texto e acabo fazendo alguma modificação que não tinha pensado no momento em que o escrevi.

Recicle seus artigos e se entenda com o Google Panda

Com a chegada do temido Google Panda, muitos sites e blogs viram suas visitas vindas do Google cair na casa dos 30%, representando uma grande perda e de renda. O problema é que o Google Panda é muito mais exigente em relação a qualidade do conteúdo apresentado nos sites e blogs e está eliminando de seu banco de dados todo tipo de conteúdo com baixa qualidade, copiado ou que não sejam interessantes para as pessoas que utilizam seu buscador.

Se você já vem blogando há mais de 1 ou 2 anos, provavelmente terá artigos que estão desatualizados ou que não tem mais utilidade para os visitantes, sendo dispensáveis. Se este é o seu caso, recomendo que faça uma reciclagem no seu conteúdo, para que o Google volte a enxergar seu site com os mesmos olhos ou então, para que ele não venha a penalizar seu site no futuro.

Artigos desatualizados

Revise todas as páginas de seu site/blog a procura de artigos com conteúdo desatualizados, ou seja, com informações que já não refletem as condições atuais, seja lá do que for.

Por exemplo, se você escreveu um artigo sobre um programa que tenha sido lançado em 2010 e que sofre atualizações constantes, provavelmente já não serve como base para quem quer saber mais sobre o programa, sendo necessário uma revisão.

Neste caso, você pode editar o artigo adicionando informações mais atualizadas ou então criar uma nova página com o conteúdo mais atualizado, apagar a página antiga e fazer um redirecionamento 301 apontando para a página nova.

Se você utiliza o WordPress, poderá fazer o redirecionamento 301 com o plugin “Redirect“. Em outros casos, confira esta página que mostra diversas formas de se criar um redirecionamento 301.

Ps. No Blogger, Webnode, Google Sites, Weebly e demais construtores de sites não é possível fazer o redirecionamento 301.

Artigos sem utilidade

Também é comum a publicação de artigos que tem um tempo de vida curto, principalmente em sites que falem sobre notícias, concursos, eventos e etc.

Este tipo de artigo deve ser apagado do site, porque já não tem mais serventia para ninguém. Isso também evita que os visitantes fiquem confusos sobre algo que já passou ou que sintam que o site não é bem cuidado e deixem o site.

Neste caso, também é recomendado fazer um redirecionamento 301 para uma página com conteúdo parecido com o que foi apagado ou para a página inicial do site, para evitar que os visitantes se deparem com uma página de erro 404 (página não encontrada).

Atualize seus links

Se você é como eu e cria links dentro dos artigos que apontem para páginas com conteúdo relacionado ou para outros sites, é recomendado que você atualize todos os links para evitar links quebrados.

Além de manter seu site mais organizado, os links internos também são um forte critério utilizado pelo Google e demais buscadores na hora de definir a posição que as páginas devem aparecer nos resultados das buscas.

Fonte: Celso Lemes/CriarSite