Image Image Image Image Image
Scroll to Top

Topo

facebook

20

abr
2012

Sem Comentários

Em Blog
Redes Sociais

Por Allison

Para sua empresa: 4 maneiras de potencializar o uso da Timeline do Facebook

Em 20, abr 2012 | Sem Comentários | Em Blog, Redes Sociais | Por Allison

Fonte: Denis Zanini/AlexandrePorfírio

As marcas que se anteciparam à obrigatoriedade da Timeline já estão colhendo os frutos, com engajamento médio 46% maior.

Desde o dia 30 de março todas as fanpages do Facebook passaram obrigatoriamente para o formato de Timeline. Embora o novo modelo não seja unanimidade entre os usuários, não há dúvidas que as páginas ficaram melhor organizadas e visualmente mais atraentes, com uma grande capa e maior espaço para exibição de imagens e vídeos.

Essas mudanças não são obra do acaso. Elas foram desenvolvidas dentro do conceito de storytelling. A linha do tempo, em parceria com imagens, nada mais é do que uma espécie de história gráfica contada pela empresa. É sabido que fotos, desenhos e gráficos encontram grande receptividade nas mídias sociais, vide o sucesso dos infográficos e de redes baseadas essencialmente em imagens, como o Tumblr e o Pinterest.

De acordo com uma pesquisa da Simply Measured divulgada em março, as marcas que se anteciparam à obrigatoriedade da Timeline já estão colhendo os frutos, com engajamento médio 46% maior.

Confira a seguir 4 sugestões de como potencializar as funcionalidades da Timeline.

1) Priorize imagens: a Timeline foi desenhada para destacar imagens e vídeos, portanto, tire proveito disso. Publique regularmente vídeos e fotos de boa qualidade, gráficos, ilustrações e tabelas vinculadas ao tema da postagem. De acordo com um estudo interno do Facebook, posts com fotos geram duas vezes mais engajamento.

2) Utilize a barra de aplicativos: abaixo da capa fica a barra de aplicativos, com páginas curtidas, fotos, jogos, links para outras redes (Twitter, Youtube, etc). A barra comporta até 12 ícones, mas só exibe 4 na home. O administrador da página pode alterar as posições, priorizando aqueles que são estratégicos para a empresa, como por exemplo jogos, páginas especiais, eventos, lançamentos de produtos, etc.

3) Fixe e destaque os melhores posts: entre as novas funcionalidades estão a possibilidade de fixação de um post no alto do página durante 7 dias (ideal para promoções, concursos, lançamentos) ou destacar (aumentar de tamanho) posts específicos. Para utilizar o primeiro basta clicar no ícone do lápis e, para utilizar o segundo, o ícone da estrela, ambos disponíveis no box da postagem.

4) Publique mais de uma vez ao dia em horários alternados: foi-se o tempo que uma publicação por dia era suficiente no Facebook. Por isso, amplie a quantidade e diversifique os horários das postagens. Assim, as chances de impactar públicos diferenciados e obter engajamento são maiores. Vale dar dicas, promover enquetes, eventos, concursos, tirar dúvidas. O importante é se relacionar com o consumidor e o novo layout do Facebook favorece amplamente o contato.

Tags | , ,

07

abr
2012

Sem Comentários

Em Blog

Por Allison

5 Coisas que Não Podem Faltar em seu Blog

Em 07, abr 2012 | Sem Comentários | Em Blog | Por Allison

Fonte: CriarSites

Este é um guest post que foi escrito por Vinicius Horta do blog Dinheiro Web.

Quando se inicia um blog é natural passar a buscar por informações que o ajudem não apenas a ganhar mais visitas no blog, mas também a ganhar mais dinheiro. Nestas pesquisas estou certo de que já deve ter se deparado mais de uma vez com a afirmação de que para ter um blog de sucesso é preciso ter conteúdo de qualidade em boa quantidade. Isto é verdade, porém o quanto está realmente aproveitando deste conteúdo?

É preciso compreender que ter uma boa quantidade de conteúdo de qualidade fará com que os leitores venham até seu blog… sim, e dai? O que mais acontece?

Normalmente o que acontece é que ou o leitor clica em um link de afiliado e sai do blog, ou simplesmente retorna para o Google. Isto quer dizer que dificilmente este leitor voltará a visitar seu blog, isto justamente porque faltaram elementos que mantenham seu leitor no blog ou conectado a ele de alguma forma.

Existem muitos outros elementos que poderá ter em seu blog, mas estes são especialmente recomendáveis devido a sua grande eficiência.

Plugin de Artigos Relacionados

Manter seu leitor no blog por certo tempo é importante por diversas razões, mas de um modo geral irá ajudar a reduzir a taxa de rejeição do blog, que é um dos indicadores de qualidade para o Google, e que pode também alterar o valor dos cliques no Adsense caso use.

Quanto maior o tempo de permanência do leitor no blog maiores são as chances de ganhos com programas de afiliados ou mesmo de seu leitor interagir com elementos que o manterão conectado ao blog, assim estará ganhando mais um leitor assíduo.

Existem muitos plugins de ótima qualidade, porém entre diversos que já testei um que é realmente muito interessante e que de fato mostra resultados é o Plugin NRelate.

Fã Page no Facebook

Um meio muito interessante e gratuito de manter-se em contato com seus leitores é através das páginas do Facebook, como a página do Dinheiro Web no Facebook, pois através desta página poderá rapidamente notificar todos os leitores que “curtiram” a página sobre um novo post, bastando postar um único link!

As páginas do Facebook ainda trazem outros benefícios adicionais, como a possibilidade de fazer enquetes (o que pode ser interessante para traçar estratégias sobre o que escrever por exemplo).

Fazer com que seus leitores saibam da existência de sua página é bem simples e o próprio Facebook disponibiliza ótimas ferramentas, que poderá conferir em 10 Ótimas Ferramentas Gratuitas do Facebook!

RSS Feed

Ainda falando em termos de manter seus leitores conectados a seu blog e sempre atualizados com relação a suas novas publicações é importante que tenha um bom serviço de feed por e-mail.

E ainda friso é deve ser fluxo de feed via E-MAIL, pois mesmo existindo diversos leitores de feed de ótima qualidade muitas pessoas não sabem exatamente como inscrever o feed no leitor, já a assinatura por e-mail é muito mais simples e as pessoas já se acostumaram.

O serviço de feed que utiliza no Dinheiro Web e recomendo é o FeedBurner, que é de ótima qualidade e grátis!

Botões de Compartilhamento nas Redes Sociais

Agora a estratégia é outra, com os botões de redes sociais estará tendo a ajuda de seus leitores para divulgar seus artigos em suas redes de contatos, isso também ajuda muito, pois é uma forma de fazer seu artigo “caminhar” pelas redes sociais.

Estes botões podem ser colocados em Box flutuantes como pode ver aqui no Criar Sites, pode ser colocado próximo ao texto do artigo, na barra lateral, enfim, o importante é que chame a atenção do leitor, pois certamente se o conteúdo for de boa qualidade será compartilhado!

Links, muitos Links!

Quanto mais facilitar a navegação interna em seu blog maior será a tendência de que seus leitores encontrem com facilidade aquilo que procuram. Poderá utilizar links tanto em textos diretamente no artigo, como em menus, ou como pode ver aqui na barra lateral do Criar Sites, que oferece uma ótima navegação através de diversos links.

Siga estes passos, instale e use cada uma destas ferramentas gratuitas em seu blog e certamente verá uma boa diferença.

Tags | , , ,

31

mar
2012

Sem Comentários

Em Blog
Redes Sociais

Por Allison

Facebook deve construir nova ferramenta de busca em breve

Em 31, mar 2012 | Sem Comentários | Em Blog, Redes Sociais | Por Allison

Fonte: IMasters

Com informações de Info

Em breve, o Facebook deve reformar sua ferramenta de buscas utilizada dentro da rede social. De acordo com reportagem da Bloomberg Businessweek, a empresa de teria criado uma equipe, com cerca de 25 engenheiros, para construir o novo mecanismo. A equipe seria liderada pelo ex-engenheiro do Google Lars Rasmussen.

Fontes disseram que o Facebook quer aprimorar a pesquisa por atualizações de status, vídeos, artigos, vídeos, páginas, lugares e outras informações publicadas dentro da rede social.

Atualmente, a ferramenta de busca do Facebook opera de maneira simplista em parceria com o Bing, da Microsoft.

O lançamento de um novo buscador pelo Facebook significaria uma ofensiva da empresa em direção a um setor dominado pelo Google. Em janeiro deste ano, o gigante da internet apresentou novas funcionalidades para sua ferramenta de busca social. Através do sistema chamado “Search, plus your Wolrd”, o usuário é capaz de buscar apenas conteúdos indicados por outros usuários em vez de visualizar resultados baseados em algoritmos.

Tags | , ,

22

mar
2012

Sem Comentários

Em Blog
Redes Sociais

Por Allison

Como vincular a página do Facebook ao Twitter e vice-versa

Em 22, mar 2012 | Sem Comentários | Em Blog, Redes Sociais | Por Allison

Este é um guest post escrito por Dieggo Bezerra que administra o Conexão CL

Fonte: CriarSites


A presença de todos nas redes sociais já se tornou quesito obrigatório! Qual a primeira página da web que você abre assim que você se conecta na internet? E a segunda rede social?

Postar coisas no Twitter, para muitos já virou mais que um vício. É questão de ‘vida ou morte’! Se tem um celular com o chip da TIM e ao menos R$ 1,00 de crédito ativo, os adolescentes de hoje em dia só solta o celular quando descarrega E DESLIGA!

Entra em página, sai de página, vai ao Twitter, atualiza status, vai ao Facebook, atualiza o status novamente. Dá uma olhada no e-mail, vai aos sites de fofocas e descobre um ‘BAFON’ daquele cantor que ta na moda… CORRE pro Twitter contar pra todo mundo. Depois? CORRE pro Facebook e posta a mesma coisa!

Essa importância de ficar trocando informações constantemente, a cada minuto já virou hábito de muitos, e os programadores das redes sociais estão de olho nisso…

Vamos se dizer, como o Twitter não quer perder público pro Facebook e o mesmo pensa do mesma forma, as duas redes sociais disponibilizou a ‘vinculação’ de uma rede à outra.

Como assim?

Exemplo: Você está no site do Twitter e posta: “Preparando mais um artigo para meu blog. Aguardem aí pessoal, está vindo coisa boa!”

Com a conta do Twitter vinculada à sua conta do Facebook, tudo que você posta no Twitter vai pro Facebook e tudo que você posta no Facebook, vai para o Twitter. Com isso poupando seu tempo, carga da bateria do celular e facilita muito sua vida.

Vou te ensinar primeiro a vincular sua conta do Facebook ao Twitter:

01- Vá até a página que você administra e quer que as publicações delas vão para o twitter e clique em ‘Editar página’;

02- Na página que abrir, clique em ‘Recursos’ e depois clique em ‘Link your Page to Twitter’;

03- Nisso, outra página será aberta pedindo para que você faça loguin na conta do Twitter que você quer vincular;

04- Após efetuar login, autorize o Facebook a usar sua conta clicando em ‘Autorizar aplicativo’.

PRONTO! Sua página do Facebook já está vinculada com o Twitter e tudo que você postar na página será enviado automaticamente para o Twitter.

Vamos fazer isso agora ao contrário? Vamos aprender agora como vincular seu perfil do Twitter ao Facebook:

01- Faça o loguin em seu perfil do Twitter, clique em ‘Configurações’

02- Clique agora em ‘Perfil’ e em seguida role a página para baixo…

03- Clique em ‘Entre no Facebook e conecte suas contas’;

04- Uma nova janela será aberta. Faça o loguin em sua conta do Facebook e clique em ‘Iniciar sessão’.

PRONTO! Agora a sua página do Twitter está vinculada com a do Facebook!

Caso você queira que seus tweets seja publicados em alguma página que você administra ou é dono, marque a opção ‘minha página do Facebook’ e escolha a página.

Por fim clique em ‘Salvar alterações’.

Tags | , , ,

14

mar
2012

Sem Comentários

Em Blog
Wordpress

Por Allison

Instalar Comentários do Facebook no WordPress

Em 14, mar 2012 | Sem Comentários | Em Blog, Wordpress | Por Allison

Fonte: Sara Vieira/DicasWp

O Facebook tem imensos aplicativos fantásticos como o like button que pode adicionar no seu blog ou site para conseguir fazer o seu nome sobressair nas redes sociais, outro aplicativo que também podemos aplicar no nosso site é os comentários do facebook, isto é uma boa ideia pois é muito mais fácil a partilha de comentários no facebook , tem filtro de gramática que previne erros gramaticais e adiciona pontuação e acabam os comentários anónimos pois as pessoas têm que fazer login no facebook para postarem qualquer comentário. Vamos então começar.

O primeiro passo a tomar é fazer download de um plugin grátis chamado Facebook Comments for WordPress.

Depois do download e activação do plugin feita temos que criar a nossa aplicação no facebook, se já sabem fazer isto podem passar à frente desta parte, se não continuem a ler.

Para criar a vossa nova aplicação têm que ir à pagina de programadores de facebook e clicar em criar nova aplicação:

Irá aparecer-lhe um pop-up a pedir o nome da sua aplicação, o seu namespace e para aceitar os termos de utilização, coloque o nome que desejar, no namespace coloque esse mesmo mas com letras minúsculas e sem espaços e carregue em continuar.

Após isso e colocar o captcha irá ver esta página:

Ai coloque o URL do seu site e copie a App ID e App Secret para as definições do Facebook Comments for WordPress onde as pedir. Se desejar também pode mudar o ícone da sua aplicação mas o site é a única coisa que necessita mesmo.

E para colocar os comentários do facebook no seu blog de WordPress é só isto, claro que o plugin tem mais definições com as quais pode experimentar mas estas são as básicas para por o seu site com todo o potencial que os comentários do facebook trazem.

Existem outras maneiras de colocar os comentários no nosso tema mas penso que esta é a mais simples de utilizar.

Tags | , , ,

Caixa de divulgação expansível com botões +1, curtir e seguir

Em 14, mar 2012 | Sem Comentários | Em Blog, Redes Sociais, Wordpress | Por Allison

Fonte: Iago Melanias/blogandocomfacilidade

No artigo de hoje, aprenderemos a inserir uma caixa de divulgação expansível com os botões +1, curtir e seguir de, respectivamente, Google+, Facebook e Twitter. O objetivo desse botões é sempre aumentar o tráfego para as redes sociais e assim seus leitores poderão acompanhar seu blog. Dessa forma, desenvolvi um widget bem elegante para fazer isso, deixando a divulgação das redes sociais mais bonita e mais simples, além de que ocupa menos espaço, afinal, para mostrar os botões, você primeiro precisa clicar no botão “Compartilhar nosso blog”.

Vamos ao Tutorial:

1º – Acesse o painel do seu blog e clique na guia modelo.

2º – Em seguida, clique no Botão Editar HTML.

3º – Segure as teclas CTRL+F e procure por:

]]></b:skin>

4º – E, acima dele, cole o seguinte código:

#loginContainer{position:relative;float:left;font-size:12px}
#loginButton {
padding: 8px;
font-family: Arial, sans-serif;
display: inline-block;
position: relative;
z-index: 30;
cursor: pointer;
background: #4092E2;
background: -moz-linear-gradient(top, rgba(64, 146, 226, 1) 0%, rgba(26, 117, 221, 1) 100%);
background: -webkit-gradient(linear, left top, left bottom, color-stop(0%,rgba(64, 146, 226, 1)), color-stop(100%,rgba(26, 117, 221, 1)));
background: -webkit-linear-gradient(top, rgba(64, 146, 226, 1) 0%,rgba(26, 117, 221, 1) 100%);
background: -o-linear-gradient(top, rgba(64, 146, 226, 1) 0%,rgba(26, 117, 221, 1) 100%);
background: -ms-linear-gradient(top, rgba(64, 146, 226, 1) 0%,rgba(26, 117, 221, 1) 100%);
background: linear-gradient(top, rgba(64, 146, 226, 1) 0%,rgba(26, 117, 221, 1) 100%);
filter: progid:DXImageTransform.Microsoft.gradient( startColorstr='#4092e2', endColorstr='#1a75dd',GradientType=0 );
border: 1px solid #176ABB;
-webkit-border-radius: 4px;
-moz-border-radius: 4px;
border-radius: 4px;
}
#loginButton:hover {
background: #499BEA;
background: -moz-linear-gradient(top, rgba(73, 155, 234, 1) 0%, rgba(32, 124, 229, 1) 100%);
background: -webkit-gradient(linear, left top, left bottom, color-stop(0%,rgba(73, 155, 234, 1)), color-stop(100%,rgba(32, 124, 229, 1)));
background: -webkit-linear-gradient(top, rgba(73, 155, 234, 1) 0%,rgba(32, 124, 229, 1) 100%);
background: -o-linear-gradient(top, rgba(73, 155, 234, 1) 0%,rgba(32, 124, 229, 1) 100%);
background: -ms-linear-gradient(top, rgba(73, 155, 234, 1) 0%,rgba(32, 124, 229, 1) 100%);
background: linear-gradient(top, rgba(73, 155, 234, 1) 0%,rgba(32, 124, 229, 1) 100%);
filter: progid:DXImageTransform.Microsoft.gradient( startColorstr='#499bea', endColorstr='#207ce5',GradientType=0 );
text-decoration: none;
}
#loginButton.active {
background: #4092E2;
border-bottom: 0;
-webkit-border-radius: 4px 4px 0 0px;
}
#loginButton span {
display: block;
padding-top: 2px;
font-weight: normal;
font-size: 16px;
color: white;
text-shadow: 1px 1px 1px #176ABB;
}
#loginForm {
width: 284px;
border: 1px solid #176ABB;
border-radius: 0px 3px 3px 3px;
-moz-border-radius: 3px 0 3px 3px;
background: #4092E2;
margin-top: -7px;
border-image: initial;
padding: 6px;
}
#loginBox {
top: 52px;
right: 0;
display: none;
z-index: 29;
}
div#body {
background: white;
border-radius: 3px;
-moz-border-radius: 3px;
margin: 0;
padding: 2px 5px;
padding-bottom: 4px;
}
#loginContainer li {
list-style: none;
border-bottom: 0px;
}
#social-btn0 {
padding: 10px;
}
#social-btn {
border-top: 1px solid #C6C6C6;
padding: 10px;
padding-bottom: 4px;
padding-top: 8px;
}
#social-btn1 {
padding: 5px;
border-top: 1px solid #C6C6C6;
padding-top: 9px;
}

5º – Segure as teclas CTRL+F e procure por:

</head>

6º – E, acima dele, cole o seguinte código:

<script src='http://platform.twitter.com/widgets.js' type='text/javascript'/>
<script src='https://apis.google.com/js/plusone.js' type='text/javascript'>
{lang: 'pt-BR'}
</script>
<script src='http://connect.facebook.net/pt_BR/all.js#xfbml=1' type='text/javascript'/>
<script src='http://ajax.googleapis.com/ajax/libs/jquery/1.6.2/jquery.min.js'/>
<script type='text/javascript'>
// Caixa de Login
$(function() {
var button = $('#loginButton');
var box = $('#loginBox');
var form = $('#loginForm');
button.removeAttr('href');
button.mouseup(function(login) {
box.toggle();
button.toggleClass('active');
});
form.mouseup(function() {
return false;
});
$(this).mouseup(function(login) {
if(!($(login.target).parent('#loginButton').length > 0)) {
button.removeClass('active');
box.hide();
}
});
});
</script>

7º – Depois, clique em Salvar Modelo.

8º – Depois, clique na Guia Layout.

9º – Clique em Adicionar Gadget e selecione o gadget tipo HTML/Javascript.

10º – Dentro do conteúdo do gadget, cole o seguinte código (lembre-se de substituir):

<div id="loginContainer"><li><span><a id="loginButton" class=""><span> Compartilhe nosso Blog </span></a></span></li><div style="clear:both"></div><div id="loginBox" style="display: none; "><div id="loginForm"><div id="body" class="body-login"> <div id="social-btn0">
<div class="g-plusone" data-annotation="inline" data-width="280" data-href="ENDEREÇO DO BLOG"></div>
</div>
<div id="social-btn">
<div class="fb-like" data-send="false" data-href="ENDEREÇO DO BLOG" data-width="260" data-show-faces="false" data-font="arial"></div>
</div>
<div id="social-btn1" class="group">
<a href="https://twitter.com/NOME-DE-USUÁRIO-DO-TWITTER" class="twitter-follow-button" data-show-count="true" data-lang="pt">Follow @NOME-DE-USUÁRIO-DO-TWITTER</a>
</div></div></div></div></div>

Lembre-se de substituir as duas vezes que pede o endereço do seu blog e as duas vezes que pede o seu nome de usuário do Twitter.

11º – Depois, clique em Salvar.

Tags | , , , ,

10

mar
2012

Sem Comentários

Em Blog
Redes Sociais

Por Allison

Use as redes sociais a favor do seu site

Em 10, mar 2012 | Sem Comentários | Em Blog, Redes Sociais | Por Allison

Fonte: Celso Lemes/CriarSites

Este é um guest post escrito por Luiz Fernando que bloga no LF Tutoriais.

As redes sociais funcionam como um meio de conexão entre os usuários. É quase impossível encontrar alguém que navegue pela internet e não faça parte de nenhuma delas. A maioria das pessoas utiliza as redes sociais, com intuito de apresentar o seu perfil pessoal para outras pessoas, seja por meio de fotos, vídeos, ou simples frases que os tornam como únicos na rede. Mas as redes sociais também podem ser usadas a favor do seu site.

Facebook

Na minha opinião, o Facebook é a melhor rede social para divulgação de sites, e não é pra menos, pois é a maior rede social do mundo, e atualmente, a mais usada no Brasil. A divulgação no Facebook é muito fácil, você pode simplesmente colocar links no seu status e publicar.

As postagens não ficarão como simples links, o Facebook coloca várias opções de miniatura para aparecerem junto com o link no seu mural (se houver fotos disponíveis, é claro). Além dos links, você poderá postar também, fotos e vídeos diretamente do seu computador. Outra ferramenta interessante é o Networked, que é um aplicativo que divulga os posts do seu site automaticamente no seu perfil do Facebook.

Twitter

Apesar de não ser uma rede social tão usada quanto as outras, o Twitter é um ótimo método de divulgação. Mas antes de começar a divulgar pelo Twitter, você precisará conquistar seguidores, pois são eles que receberão todas as suas atualizações. Eu por exemplo, possuo 573 seguidores, e boa parte das visitas do meu site vem através do Twitter.

No Twitter você poderá publicar ‘’tweets’’ (textos) de até 140 caracteres, utilizando links que apontam diretamente para o seu site, ou para páginas de sua preferência. Outro recurso interessante é o ‘’retweet’’, onde os usuários podem retransmitir para seus seguidores, todas as suas atualizações.

No Twitter também podem ser usadas as chamadas ‘’hashtags’’ que é o uso do sinal # (jogo da velha), antes de algum trecho no seu tweet. Por exemplo: ‘’Confira o site #LFTutoriais’’. A palavra que contém o sinal # aparecerá em forma de link, que aponta para todos os tweets que mencionaram essa mesma hashtag.

Google Plus

O Google Plus é a mais nova rede social do Google, que também ajuda muito na divulgação do seu site. Você já deve ter visto aquele botãozinhoo +1, que está presente em grande parte de sites e blogs espalhados pela internet.

Quando encontramos algo interessante no Facebook, não pensamos duas vezes antes de clicar em ‘’curtir’’ não é verdade? O botãozinho Google +1 é parecido com o botão ‘’curtir’’ do Facebook, só que é bem mais útil. Toda vez que alguém visita o seu site e clica nesse botão, significa que essa pessoa ficou satisfeita com o conteúdo apresentado, e quanto mais pessoas clicarem, melhor será a sua indexação no Google.

Na minha opinião, estas são as melhores redes sociais para serem usadas na divulgação. Mas é importante que você crie perfis com o nome do seu site, no maior número de redes sociais possível, não importa se elas são pouco usadas aqui no Brasil, todas elas ajudam de alguma maneira a divulgar o seu trabalho e consequentemente, aumentar o número de visitas diárias.

Tags | , , , , ,

27

jan
2012

Sem Comentários

Em Blog
Redes Sociais
SEO

Por Allison

Engenheiros do Facebook e do Twitter lançam nova versão da busca social do Google

Em 27, jan 2012 | Sem Comentários | Em Blog, Redes Sociais, SEO | Por Allison

Com informações de G1

Fonte: IMasters

Engenheiros do Facebook, do Twitter e do MySpace se uniram para criar uma versão melhorada do Google, que inclui, em sua busca social, resultados das redes sociais mais populares da web. No início de janeiro, o Google anunciou uma versão mais social de sua busca, mas ela só disponibiliza resultados do Google+, a rede social da companhia.

“O quão melhor seria a busca social do Google se ele mostrasse todos os resultados da web? Criamos uma ferramenta que usa o algoritmo do Google para determinar qual conteúdo social deveria aparecer nos resultados”, diz a página do serviço conceito lançado, que pode ser acessado neste endereço: www.focusontheuser.org.

Os interessados em utilizar a nova versão da busca social do Google devem adicionar aos seus “Favoritos” do navegador um pequeno código disponibilizado no site. O código se chama Don´t Be Evil.

Dessa forma, ao fazer uma busca em Google.com, é possível clicar no favorito Don´t Be Evil e ver a versão com dados de mais redes sociais.

Tags | , , ,

05

jan
2012

Sem Comentários

Em Blog
JavaScript
JSON

Por Allison

Introdução: JSON

Em 05, jan 2012 | Sem Comentários | Em Blog, JavaScript, JSON | Por Allison

Afinal, o que é JSON?

JSON é basicamente um formato leve de troca de informações/dados entre sistemas. Mas JSON significa JavaScript Object Notation, ou seja, só posso usar com JavaScript correto? Na verdade não e alguns ainda caem nesta armadilha.

O JSON além de ser um formato leve para troca de dados é também muito simples de ler. Mas quando dizemos que algo é simples, é interessante compará-lo com algo mais complexo para entendermos tal simplicidade não é? Neste caso podemos comparar o JSON com o formato XML.

Vamos visualizar esta diferença?


XML

<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
  <id>1</id>
  <nome>Alexandre Gama</nome>
  <endereco>R. Qualquer</endereco>
</xml>

JSON

{"id":1,"nome":"Alexandre Gama", "endereco":"R. Qualquer"}

Bom, é notável a diferença. Visualmente o segundo trecho (em JSON) é mais fácil de ler. Mas só existe essa diferença entre os dois? Na verdade não. Podemos listar algumas outras vantagens:

Vantagens do JSON:

– Leitura mais simples

– Analisador(parsing) mais fácil

– JSON suporta objetos! Sim, ele é tipado!

– Velocidade maior na execução e transporte de dados

– Arquivo com tamanho reduzido

– Quem utiliza? Google, Facebook, Yahoo!, Twitter…

Estas são algumas das vantagens apresentadas pelo JSON. Agora vamos ao que interessa: Código!

Vamos fazer um exemplo extremamente simples nesta primeira parte e avançaremos no próximo artigo, inclusive falando sobre JSON em páginas Web.

Qual biblioteca usar?

Existem diversas bibliotecas para trabalharmos com JSON e Java. Usaremos no nosso estudo o json.jar que você pode baixar tranquilamente neste link

O nosso caso de estudo será simples: Teremos uma classe Carro que será a nossa classe POJO e a classe EstudoJSON que terá o nosso famoso método main.

Classe Carro

package br.com.json;

public class Carro {
    private Long id;
    private String modelo;
    private String placa;

    public Long getId() {
        return id;
    }
    public void setId(Long id) {
        this.id = id;
    }
    public String getModelo() {
        return modelo;
    }
    public void setModelo(String modelo) {
        this.modelo = modelo;
    }
    public String getPlaca() {
        return placa;
    }
    public void setPlaca(String placa) {
        this.placa = placa;
    }

        //Aqui fizemos o Override do método toString() para visualizar a impressão com o System.out.println()
    @Override
    public String toString() {
        return "[id=" + id + ", modelo=" + modelo + ", placa=" + placa
                + "]";
    }

}

Esta é uma classe simples, onde temos os atributos Id, Modelo e Placa.

Agora teremos a classe EstudoJSON

package br.com.json;

import org.json.JSONArray;
import org.json.JSONException;
import org.json.JSONObject;

public class EstudoJSON {
    public static void main(String[] args) throws JSONException {
        adicaoSimplesDeDados();
    }
}

Repare que criamos o método adicaoSimplesDeDados() que conterá o código de exemplo:

private static void adicaoSimplesDeDados() throws JSONException {
    //Criação do objeto carro e atribuição dos valores
    Carro carro = new Carro();
    carro.setId(1);
    carro.setModelo("Celta");
    carro.setPlaca("AAA1234");

    //Criação do objeto carroJson
    JSONObject carroJson = new JSONObject();
    //Inserção dos valores do carro no objeto JSON
    carroJson.put("id", carro.getId());
    carroJson.put("Modelo", carro.getModelo());
    carroJson.put("Placa", carro.getPlaca());

    //Impressão do objeto JSON
    System.out.println(carroJson);
}

Se executarmos este código, veremos que foi impresso no console o seguinte:

{"id":1,"Modelo":"Celta","Placa":"AAA1234"}

Você desenvolvedor mais atento vai reparar que existe um objeto impresso: Um Long! Isso mesmo! Como vimos, o JSON consegue armazenar objetos! Podemos inclusive armazenar um objeto do tipo Carro mesmo:

Modificamos o nosso método main:

public class EstudoJSON {
    public static void main(String[] args) throws JSONException {
        adicaoSimplesDeDados();

        adicaoDeUmObjeto();
    }
}

E adicionamos o método adicaoDeUmObjeto():

private static void adicaoDeUmObjeto() throws JSONException {
    Carro carro = new Carro();
    carro.setId(1l);
    carro.setModelo("Celta");
    carro.setPlaca("AAA1234");

    JSONObject carroJson = new JSONObject();
    //Adição do objeto carro
    carroJson.put("Carro", carro);

    System.out.println(carroJson);
}

Neste caso foi impresso no console o seguinte:

{"Carro":"[id=1, modelo=Celta, placa=AAA1234]"}

Simples não?

Como o JSON trabalha com coleção de pares nome/valor, podemos imprimir um valor específico simplesmente chamando o nome que desejamos.

System.out.println(carroJson.get("Modelo"));

Conclusão

É isso pessoal! Vimos as vantagens do JSON e vimos como é simples começar a trabalhar com ele.

Fonte: Alexandre Gama/devmedia

Tags | , , , ,

20

dez
2011

Sem Comentários

Em Blog
Redes Sociais

Por Allison

3 maneiras simples de aumentar o tráfego de usuários/visitantes no Blog

Em 20, dez 2011 | Sem Comentários | Em Blog, Redes Sociais | Por Allison

Hoje em dia, existem várias ferramentas/técnicas que nos ajudam a aumentarmos o tráfego de usuários e visitantes em nossos blog. É obvio que nem tudo funciona da maneira que desejamos, mas caso você use algumas boas ferramentas disponíveis na Web, você pode aumentar drasticamente o tráfego de usuários/visitantes em seu blog.

É importante lembrar que o alto tráfego de usuários em um blog não determina se aquele é um blog de sucesso. Se pensarmos melhor, é fácil conseguir milhares visitantes em um blog, enviando posts para os agregadores de conteúdos. Mas como nem tudo são flores, a qualidade do tráfego de usuários desse tipo de site é ruim, ou seja, as pessoas que chegam até o seu blog, na maioria das vezes, não permanecem muito tempo, aumentando a taxa de rejeição daquele blog.

Use o Google+ para o promover o blog

O Google+ (ou Google Plus, como preferir) é a nova rede social da Google que foi lançada recentemente, contando com mais de 25 milhões de usuários. O Google+ foi a rede social que conseguiu chegar à 25 milhões de usuários mais rápido entre as redes sociais mais famosas, como o Facebook, Twitter e MySpace. A rede também está disponível para iPad, iPhone e iPod Touch, além de ser compatível com outros dispositivos moveis, facilitando assim, o acesso de mais usuários a rede.

Para termos uma ideia melhor desse número, basta sabermos que o Facebook e Twitter demoraram mais de dois anos para chegar a esse marco, enquanto que o Google Plus é um projeto recém criado, mais especificamente, foi criado em 28 de junho de 2011.

Enfim, use todo o potencial desse novo projeto para promover o seu blog e seus produtos, crie uma nova conta, caso ainda não tenha uma e comece a publicar conteúdo de qualidade diariamente. Nunca deixe seu público a só, publique conteúdo interessante e novo dia após dia, isso vai atrair muitos usuários para sua página no Google+ e com certeza vai aumentar o tráfego de usuários/visitantes no blog.

A Google lançou algum tempo atrás, uma extensão oficial do Google Plus para seu navegador Google Chrome. O lançamento foi feito no mês de agosto, atualmente possui quase 300 mil usuários, e com ela podemos marcar qualquer página com +1, uma forma de dizer que aquela tal página é legal e que seus amigos deveriam conferi-lá.

Use e abuse do Twitter

O Twitter é um dos mais importantes sites de mídia social da atualidade. Então, podemos usar o Twitter para começar a aumentar o tráfego dos nossos blogs. Existem muitos blogueiros que não dão atenção a todo o potencial do micro-blogging mais famoso do planeta, mas você não deve ser assim.

De acordo com algumas pesquisas, o Twitter passou dos 300 milhões de usuários, o que representa quase toda a população dos Estados Unidos. São milhões de usuários acessando frequentemente o micro-blogging para conferir os novos tweets, então nada melhor que você usar todo esse potencial a favor do seu blog. O importante é participar da rede social e não perder tempo.

Vamos dizer que você não tem tempo para aplicar todas as técnicas para si mesmo. Então, o que você vai fazer? Desistir de usar o Twitter para promover seu blog? Não. Você pode usar ferramentas que agendam tweets e os publicam automaticamente na data determinada.

Se você ainda não possui uma conta na rede, crie agora mesmo, personalize-a e comece a publicar diariamente conteúdo de qualidade referente a seu nicho. Lembre-se também de divulgar a sua página do Twitter em seu blog, a fim de conseguir seguidores de qualidade. Inclusive, você pode adicionar ícones flutuantes de alta qualidade do Twitter em seu blog no Blogger para atrair mais rapidamente os seguidores.

O título é o item mais importante do post

Eu sempre digo na LifeFind.com.br que blogar é fácil, difícil é conseguir ser um blogueiro bem sucedido no nicho escolhido. São vários os fatores que definem um blog de sucesso, e você deve prestar atenção em vários aspectos para encontrar o caminho certo, no qual você deve percorrer para ser bem sucedido enquanto blogueiro.

Nunca se esqueça disso: o título de um post é o item mais importante daquele conteúdo. Um título bem feito pode chamar drasticamente a atenção do leitor/usuário, que consequentemente vai clicar no link do título para conferir o conteúdo completo daquele post.

Nunca crie títulos com muitas pontuações, excesso de letras maiúsculas, muito longos, etc. Caso queria saber um como mais sobre esse assunto de título de post, recomendado a leitura completa do artigo “10 fantásticos tipos de títulos para artigos que realmente funcionam! ” publicado por nosso colega Paulo Faustino em seu blog Escola Dinheiro. No artigo citado acima, o autor comenta sobre os principais tipos de títulos que podem ser usado em seu blog para atrair rapidamente os visitantes e usuários.

Este é um guest post criado por Euler Esrael do blog Life Find.

Fonte: CriarSites

Tags | , , , , , , , ,

19

dez
2011

Sem Comentários

Em Blog
Redes Sociais

Por Allison

Qual é a melhor forma de administrar uma fan page no Facebook?

Em 19, dez 2011 | Sem Comentários | Em Blog, Redes Sociais | Por Allison

O Facebook realmente chegou com força no Brasil e grande parte das principais marcas de nosso país já tem a sua página dentro desta que é a maior rede social do mundo.

Além dos diversos problemas que profissionais da área encontram para administrar fan pages, principalmente aqueles relacionados a migração de perfil para páginas e também os que se referem a perfis bloqueados, estes profissionais também tem algumas outras dúvidas que vamos tentar esclarecer aqui e agora.

Antes de começar o gerenciamento você precisa ter uma fan page e não um perfil. Certifique-se disto.

Um erro muito comum dentro do uso do Facebook como ferramenta de marketing é a utilização de perfil por empresas ao invés de usar a fan page, mais indicada neste caso. Inclusive, temos a ‘campanha’ #cadamacaconoseugalho destinada a este tema. Caso você ainda tenha um perfil, dê uma olhada nesta nossa página.

Por que usar fan pages? Porque elas são melhores (apesar do que muitos dizem). Primeiro porque elas não são proibidas, como os perfis, e portanto você não corre o risco de ser deletado/bloqueado apenas por existir. As fan pages tem ferramenta de análise, não apenas a do próprio Facebook, mas também de várias outras ferramentas de terceiros.

Enfim, se você quer mais motivos para usar uma fan page, acesse a página da nossa campanha.

Agora que você já tem a fan page. Quem vai administrar e ficar responsável por atualizar a página?

Esta questão é levantada sempre que uma empresa decide criar um perfil em qualquer mídia social. Essa é uma questão delicada, que neste caso você tem 3 caminhos:

  1. Terceirizar o serviço;
  2. Contratar alguém para ficar responsável;
  3. Fazer você mesmo;

A terceira opção apresentada aqui quase sempre é a pior, pois a pessoa geralmente não tem prática, conhecimento técnico suficiente e muito menos tempo para realizar tal tarefa. O resultado disso é uma presença falha, que não vai atrair muitos resultados para a empresa.

A segunda opção, de contratar alguém para ficar responsável, é uma questão complicada, mas que pode ser muito boa em alguns casos. Dependendo do tamanho da empresa e a da necessidade, este profissional vai poder fazer a manutenção das mídias sociais (no caso as fan pages), fazer monitoramento das mesmas e talvez algumas tarefas extras, mas tudo isto custa dinheiro e tempo, portanto nem sempre apenas uma pessoa irá conseguir fazer tudo ou mesmo fazer tudo com qualidade.

Contratar outra empresa para ficar responsável é uma das soluções mais interessantes, já que você não gasta o seu tempo – que pode ser utilizado de outras formas – e você consegue um serviço mais completo, que pode incluir o gerenciamento, monitoramento e etc. Por outro lado é preciso ter muito cuidado, porque SIM, existem muitos “charlatões” nesse mercado.

Quem vai ser o usuário “administrador” da fan page e quem vai ter acesso a ele?

Como já falamos em um post sobre perfis de empresas que foram bloqueados, o problema referente a “como administrar uma fan page” assombra muitos profissionais da área. Infelizmente trabalhar com esta parte não é fácil, e o Facebook não ajuda muito.

Para utilizar uma fan page você vai precisar ter um administrador, que deve ser um perfil (normal ou comercial). Já falamos um pouco melhor sobre isso neste post, dê uma olhada.

De forma resumida… Você tem 3 possibilidades para usar como administrador da uma página:

  1. Perfil Comercial, que até onde eu sei você só consegue criar se ainda não tem a fan page ou se faz a conversão de um perfil para a página. (este é o mais recomendado, se possível);
  2. Usar seu perfil. Você pode deixar o seu perfil pessoal e o perfil de outra pessoa (dono, por exemplo) como administradores da página. Desta forma você consegue acessar todos os dados facilmente e, caso aconteça, de você não precisar mais trabalhar para esta fan page, basta remover o administrador e deixar com outra pessoa;
  3. Perfil “falso”. Muitas pessoas não gostam de se envolver diretamente com trabalho neste sentido, então uma solução que fica acessível a todos é criar um perfil falso, mas como é contra as regras do Facebook, recomenda-se, caso vá fazer, tentar se parecer o máximo com uma pessoa de verdade, sem levantar suspeitas. Caso utilize esta forma, cuidado para não logar em muitos computadores diferentes, já que você pode passar o usuário e senha facilmente, pois você pode ter a conta bloqueada/suspensa por suspeita de ter perfil invadido;

Já foi definido quem vai fazer toda esta manutenção. Quais ferramentas eu vou precisar?

O gerenciamento de fan pages pode ser facilitado (e muito) com a utilização de ferramenta externas. Administrar de dentro do Facebook pode ser uma tarefa complicada, já que com aplicações externas você pode aproveitar muito melhor o tempo investido nisto.

Existem diversas ferramentas para gerenciamento de mídias sociais, como TweetDeck, Seesmic e etc. Mas neste caso seria interessante focar em ferramentas que tenham foco em empresas mesmo. Uma indicação minha seria a utilização do Hootsuite, uma das melhores ferramentas para gerenciamento. Gosto dele justamente por oferecer várias ferramentas e ter suporte para mais de uma ferramenta, podendo gerenciar mais fan pages e/ou perfis em outras redes sociais ao mesmo tempo.

Por que estas ferramentas são importantes? Justamente porque elas oferecem diversas funcionalidades que pode lhe ajudar, como visualização em multi-colunas, agendamento de mensagens, monitoramento, etc.

Ferramenta escolhida, agora como eu vou saber se estou tendo resultado?

Um lado importante da utilização de qualquer mídias social e ter a análise e mensuração que possibilitam que você conheça e saiba se o seu investimento está valendo a pena. Neste caso, recomenda-se sempre a contratação de profissionais da área, mas para algumas análises básicas existem diversas ferramentas gratuitas e pagas que podem lhe ajudar.

Uma ferramenta que já indicamos aqui no Midiatismo é o Crowdbooster. Existem outras centenas de milhares de ferramentas para esta área, tudo depende de quais dados são mais importantes para você.

Fonte: Dennis Altermann/Midiatismo

Tags | , ,

04

dez
2011

Sem Comentários

Em Blog
Redes Sociais

Por Allison

Tumblr – Micro Blogging + Rede Social

Em 04, dez 2011 | Sem Comentários | Em Blog, Redes Sociais | Por Allison

O Tumblr é um serviço que oferece uma mistura de micro-blog e rede social, para quem não precisa de muitos recursos ou que não tem ou não quer gastar seu precioso tempo customizando o blog. A principal ideia do Tumblr é criar um espaço onde as pessoas (leia-se blogueiro) possam publicar coisas interessantes (pelo menos para elas) que tem conhecimento, viram em algum lugar ou que acontecem em seu dia a dia, de forma simples e rápida.

Além de textos e imagens, o Tumblr permite publicar citações, vídeos, incluir uma área de conversação, músicas MP3, Vídeos, links rápidos e etc.

Outra característica importante do Tumblr é que ele também funciona como se fosse uma rede social, onde pessoas podem se conectar outros usuários para compartilhar suas atualizações, que são exibidas dentro do painel de controle do Tumblr.

Com exceção das imagens, sua estrutura minimalista, sua simplicidade e a possibilidade de se conectar com outras pessoas lembram muito o já consagrado Twitter. Falando nisso, você também poderá configurá-lo para se conectar ao seu perfil do Facebook e Twitter, desta forma suas atualizações no Tumblr serão publicadas automaticamente nestas redes sociais.

Como teste eu criei uma conta para mim no Tumblr, se quiser conferir e aproveitar para me seguir por lá, visite o http://celsolemes.tumblr.com/

Como participar do Tumblr

Para criar uma conta, basta acessar a página inicial do Tumblr, preencher os 3 campos com seu endereço de email, senha e nome desejado para seu novo blog que passará a ser algo como seunome.tumblr.com. Em seguida um email contendo um link de ativação será enviado para você. Clique no link dentro do email para ativar sua conta.

Para alterar o template e fazer algumas configurações no seu blog, você deve clicar no seu nome que aparece no topo do painel de controle. Em seguida você pode clicar em”Customize appearence” para editar o template e em “Settings” para fazer configurações gerais.

Fonte: Celso Lemes/CriarSites

Tags | , , , ,