Arquivo da tag: couchdb server 2.0

O Futuro do CouchDB

Neste último dia 04/01 (Quarta-Feira) Damien Katz, um dos criadores do projeto Apache CouchDB, divulgou em seu blog que ele e o time de desenvolvimento Couchbase não terão mais o CouchDB como projeto principal.

Conforme dito por Katz, o novo foco de desenvolvimento é o Couchbase Server:

Não quer dizer que o CouchDB não é incrível. Simplesmente estamos criando seu sucessor: Couchbase Server. Um produto e projeto com capacidades e objetivos similares, porém mais rápido, mais escalável, mais customizável e com foco nos desenvolvedores. E definitivamente não será parte da Apache.

Muitos devem se perguntar “Porquê não continuar evoluindo o CouchDB?”, Damien Katz explica que o desenvolvimento do Apache CouchDB foi governado pelo consenso da comunidade, o que o levou a seguir caminhos que (hoje) ele considera como não sendo os melhores. Pode parecer um descaso com a Apache, mas ele explica: “O Apache foi a grande responsável pelo sucesso do CouchDB, sem isso o CouchDB não teria alcançado o sucesso repentino que alcançou. Mas em minha opinião, o projeto alcançou um ponto onde a abordagem consensual limitou a competitividade do projeto. Não é pessoal, é negocial.”

O foco inicial do desenvolvedor é tornar o CouchBase Server 2.0 pronto para uso em ambiente produtivo e tornando-o o banco de dados NoSQL mais fácil, rápido e confiável, além de reescrever o núcleo do projeto utilizando C/C++.

O CouchDB é um dos bancos de dados NoSQL mais famosos e utilizados atualmente. Boa parte desta fama é resultado do esforço de divulgação e de algumas decisões estratégicas tomadas pela Fundação Apache, tornando o CouchDB um SGBD único e com grande apelo para os desenvolvedores Web. Por isso os usuários do Apache CouchDB podem continuar despreocupados, o projeto é forte e ativo, pois continuará sendo desenvolvido pelo restante da equipe/comunidade. Não há chances do projeto ser descontinuado, pois possui diversos patrocinadores como, Cloudera, Right Scale, Canonical, Red Hat, Heroku, AppFirst, Fusion-io, HP e VMWare. Claro que nenhum apoio/patrocínio do mundo pode suprir a perda de um dos principais “cabeças” do projeto, logo podemos esperar uma possível mudança no ritmo de desenvolvimento do CouchDB. Se você está curioso para saber um pouco mais sobre o COuchDB, sugiro dar uma olhada neste outro artigo publicado aqui no blog Mind Bending: Python e CouchDB na Prática

É interessante perceber que esta notícia mostra tanto o lado bom quanto o lado perigoso do mundo Open Source. Ao mesmo tempo que este modelo permitiu que Damien Katz utilizasse o código do CouchDB como base para o CouchBase Server, este mesmo modelo é parcialmente culpado pelo caminho que o CouchDB tomou. Existem diversos modelos para o desenvolvimento OpenSource, o modelo adotado pela Apache permite que diversas “pessoas” tenham poder para interferir no caminho que seus software tomam, por isso usei a palavra “parcialmente”.

Dando uma olhada na sessão de download do CouchBase Server, acabei me decepcionando, e muito. O CouchBase está sendo distribuído em duas modalidades: Enterprise Edition e Community Edition. A Community Edition é voltado para pequenas aplicações e não oferece atualizações e/ou hotfixes imediatamente. Já a Enterprise Edition é o produto completo, submetido a testes de performance e funcionalidade, e é o único produto ao qual os desenvolvedores oferecem suporte. A Enterprise Edition também é dividida em dois tipos, a versão paga e a versão gratuita. A versão gratuita só pode ser utilizada em até 2 servidores de produção.

Exposto isto, eu entendo que o único produto Livre que eles irão distribuir é o CouchBase Community Server (ao qual não é oferecido suporte), pois, ao restringir o uso da Enterprise Edition eles ferem as regras da liberdade de uso do software. Creio que isso impedirá que muitas pessoas pensem em migrar do CouchDB.

Fonte: MidBegin