Image Image Image Image Image
Scroll to Top

Topo

código fonte

14

mar
2012

Sem Comentários

Em Blog
Ruby

Por Allison

IDEs para Ruby, um resumo das novidades

Em 14, mar 2012 | Sem Comentários | Em Blog, Ruby | Por Allison

Fonte: Mirko Stocker/Robison Tesini/InfoQ

A JetBrains lançou uma nova versão de sua IDE para Ruby, o RubyMine 4. O foco de versão anterior, 3.0, estava no suporte a Rails 3, cobertura de código e melhoria de depuração. O RubyMine 4 tem desempenho melhorado e aperfeiçoamentos em várias áreas. Do release notes:

A nova arquitetura da IDE permite que ações sejam executadas assincronamente para evitar bloqueios de memória. Por exemplo, a funcionalidade de inspeção de código (Inspect Code) agora roda até quatro vezes mais rápido. […] A interface do RubyMine foi reestruturada significantemente para ficar mais compacta, moderna e confortável no suporte a todas as plataformas. O menu principal foi reorganizado, um novo visual para a barra de navegação, abas de edição foram melhoradas e mais.

Outra área que recebeu muita atenção nesta versão é análise estática e a navegação pelo código fonte. Por exemplo, a relação entre as classes pode ser mostrada em um diagrama UML; uma visualização de Estrutura e Hierarquia mostra subtipos e métodos herdados; e a complementação de código e a navegação agora funcionam também com Gems com extensão nativa.

A inspeção de código também foi melhorada, códigos que não seguem o Guia de estilo Ruby são destacados e acertos rápidos podem ser utilizados para corrigir inconsistências; e o novo método de refatoração inline substitui uma invocação de um método pelo corpo desse método. O blog do RubyMine posta regularmente dicas sobre como utilizar a nova IDE de maneira mais produtiva e é um ótimo recurso para iniciantes.

Além do Ruby, o RubyMine vem com suporte a outras linguagens e dialetos como CoffeeScript, HAML, SCSS e LESS. Código em CoffeeScript agora pode ser compilado para JavaScript diretamente na IDE.

O RubyMine está disponível em uma edição de avaliação de 30 dias. Licenças profissionais custam USD$149, e licenças pessoais estão disponíveis a USD$69. Projetos de código aberto ou usuários educacionais podem solicitar uma licença gratuita.

Ruby de volta ao NetBeans

Os usuários do NetBeans, do qual o suporte oficial a Ruby foi interrompido no ano passado, ficarão aliviados em saber que Tom Enebo, do time do JRuby, lançou uma versão preview para o NetBeans 7.1 com atualizações no suporte a Ruby. Tom falou sobre a razão de o antigo suporte a Ruby do NetBeans 7.0 não funcionar mais no 7.1:

O NetBeans 7.1 atualizou alguns componentes, e um destes componentes foi o html.editor.lib. O suporte a Ruby era dependente da versão 1, porém o NetBeans 7.1 agora inclui somente a versão 2.

O trabalho de Tom Enebo soluciona parte desse problema e já torna possível programar em Ruby com a versão mais recente do NetBeans.

Tags | , , , , ,