Arquivo da tag: cdi

JavaOne 2011 e os próximos grandes passos para Java EE, SE e ME

A próxima versão Java EE vai suportar computação em nuvem, com multi-tenancy e maior capacidade de caching e elasticidade. Adam Messinger, Hasan Rizvi e Cameron Purdy, da Oracle, apresentaram os planos para as edições Micro (ME), Standard (SE) e Enterprise (EE) da plataforma Java na conferência JavaOne 2011, realizada nesta semana.

Cameron Purdy falou sobre as novas funcionalidades planejadas para a plataforma Java EE, que incluem o suporte a cloud computing. Segundo Purdy, hoje todas as aplicações de cloud são proprietárias e não existe padrão, e precisamos de um padrão de plataforma como serviço (PaaS) baseado em soluções para nuvem. O multi-tenancy (o suporte a múltiplos clientes com isolamento de tráfego, aplicações e configurações) será implementado na própria máquina virtual Java, de modo a permitir monitoramento, medição e controle dos diferentes clientes, utilizando a JVM para otimização no uso de recursos.

Assim como o Contexts and Dependency Injection (CDI) gerencia as dependências entre os componentes em aplicações em uma VM, o Java EE 7 fará o mesmo para aplicações corporativas. As anotações do JPA terão capacidade de mapear objetos Java nas tabelas de banco de dados utilizando controle dos usuários. Também está sendo desenvolvido um trabalho para que o caching em Java se torne um padrão e também seja implementado na versão Java EE 7.

Com relação ao Java SE, a Oracle anunciou o lançamento de um preview do JDK 7 para Mac OS X, com versão final a ser lançada em 2012. Além disso, o Java SE 8 vai suportar modularidade e o gerenciamento do ambiente de execução utilizando funcionalidades dinâmicas de compilação.

Haverá ainda melhorias para JavaScript na JVM, o que inclui o Nashorn, a próxima geração de engine JavaScript otimizada para a JVM; e a interoperabilidade nativa Java/JavaScript para comunicação entre objetos Java e JavaScript.

A Oracle também anunciou sua intenção de submeter a plataforma JavaFX como um projeto open source dentro do OpenJDK. A Oracle pretende inicialmente contribuir com os controles JavaFX UI e suas bibliotecas; outros componentes JavaFX serão liberados em fases subsequentes. E a próxima geração do cliente Java, o Java FX 3.0, está planejado para lançamento em 2013 e incluído no JDK 8.

Os planos para o Java ME incluem a sincronização entre os releases do CDLC e do JDK, além da convergência do CDC com a API Java SE Embedded. O suporte para recursos mais recentes em dispositivos, como multitouch, também será disponibilizado. Outras mudanças incluem a liberação do OJWC 1.1, com importantes atualizações para a base de código do CDC, e a integração com serviços mobile.

Fonte: Srini Penchikala/Mário Henrique Trentim/InfoQ

Infinispan 5.0 Oferece Mais de 45 Novos Recursos

A edição 5.0 da plataforma computacional de código aberto Infinispan, conhecido como Pagoa, foi liberado hoje (09). Após seis meses de um trabalho de desenvolvimento e oito candidatos de lançamento, a versão mais recente contém mais de 30 correções de bugs e apresenta mais de 45 novas funções, que incluem um novo rehash scheme, suporte para nós virtuais e um modo de recuperação, caso ocorram falhas de transacionais. Além disso, Infinispan 5.0 também suporta agora a Spring, CDI e plataformas OSGi.

Infinispan pode ser utilizado para construir redes de dados sobre as últimas arquiteturas computacionais do mercado. No núcleo da aplicação baseada em Java, está uma interface de cache compatível, que pode ser opcionalmente, suportada por uma arquitetura de rede peer-to-peer.

De acordo com o projeto de roadmap, as futuras versões poderão ser utilizadas em conjunto com C, PHP ou Python através de um módulo de linguagem de servidor independente, ao invés de combiná-las somente com Java. Lembrando que Infinispan é uma solução altamente escalável, o que caracteriza uma plataforma smart grid de alta disponibilidade de dados, de código aberto e escrito em Java. O seu intuito, é apresentar uma estrutura de dados que possua um nível concorrencial significativo.

Fonte: Under-Linux