Image Image Image Image Image
Scroll to Top

Topo

blogger

18

maio
2012

Sem Comentários

Em Blog

Por Allison

Utilizando corretamente Marcadores no Blogger

Em 18, maio 2012 | Sem Comentários | Em Blog | Por Allison

Fonte: GerenciadoBlog/Adelson Smania

Os marcadores dos artigos são extremamente importante. Utilizando-os de forma correta, você conseguirá apresentar ao seu leitor outros artigos tratando o mesmo tema, facilitando a localização de outros artigos que possam interessar a ele. Apesar de se tratarem de um conceito simples, há alguns aspectos importantes que você pode seguir para tornar os marcadores ainda mais eficiente. Neste artigo, você encontrará dicas importantes para dominar o seu uso correto.

Introdução

Independente da experiência que você tem com blogs, já deve ter notado que é possível definir “Marcadores” ou “Categorias” para os artigos que você escreve. Veja, por exemplo, o ponto que destaquei no último artigo que escrevi aqui no Gerenciando Blog:

Quem lê essa informação, sabe que esse artigo é referente a uma promoção. Ao clicar no marcador, ele será levado para o endereço http://www.gerenciandoblog.com.br/search/label/promoções, onde poderá ler todos os artigos que já escrevi sobre esse tema. É uma forma simples para o visitante encontrar outros artigos sobre o tema que está lendo.

Você não é obrigado a utilizar marcadores – embora eu recomende que você os utilize em todos os seus artigos. Você pode associar um ou mais marcadores a cada artigo, dependendo de sua necessidade.

Ao longo deste artigo, você verá orientações simples para utilizar os marcadores da forma correta e mais eficiente possível.

1. Como associar marcadores a um artigo?

Utilizar um marcador é muito simples. Basta que, ao escrever um artigo, você defina quais são os marcadores que estarão associados a ele.

No Blogger, isso é feito diretamente no editor de artigos. Basta você clicar na opção “Marcadores”, na barra lateral direita.

Será aberta uma caixa onde você pode digitar os marcadores desejados ou simplesmente clicar nos marcadores existentes para que eles sejam utilizados. Se você for utilizar mais de um marcador, eles devem ser separados por vírgula. Não devem ser utilizadas outras pontuações (como ponto final, ponto e vírgula etc.), pois elas serão entendidas como parte do texto. Após escolher os marcadores desejados, basta clicar no botão “Concluído”.

Se você utiliza o Windows Live Writer para escrever seus artigos, verá que os marcadores são chamados de “Categorias”. A utilização é feita de forma um pouco diferente. Você deve clicar na caixa “Definir categorias” e marcar as categorias desejadas para seu artigo.

Tanto no Blogger quanto no Windows Live Writer, você pode adicionar um novo marcador ao escrever um artigo. Ele será automaticamente adicionado à lista dos marcadores disponíveis quando você for escrever seu próximo artigo.

2. Como definir os marcadores que você utilizará em seu blog?

Este é o ponto mais importante para trabalhar bem com marcadores. Deve-se tomar cuidado para não escolher marcadores genéricos demais nem específicos demais. Tomando como exemplo o próprio Gerenciando Blog:

  • Um marcador chamado “Dicas” seria uma má escolha por ser muito genérico, pois haveria centenas de artigos que receberiam esse marcador, por se um dos temas principais do blog. Se um visitante visitasse essa categoria, dificilmente encontraria o que procura.
  • Já um marcador chamado “Wufoo” seria ruim por ser específico demais. Até hoje, escrevi um único artigo sobre esse serviço específico, e esse marcador dificilmente seria utilizado em artigos futuros.

Uma boa ideia para você definir bem os marcadores necessários ao seu blog é revisar os seus artigos (inclusive aqueles que você planeja escrever) e anotar quais seriam os marcadores úteis para eles. Uma boa forma para fazer isso é utilizando uma planilha Excel, em que você liste seus artigos na primeira coluna e os possíveis marcadores nas demais colunas. Dessa forma, basta você marcar um “X” nos marcadores para cada artigo. Ao final, você terá a visão da quantidade de vezes que cada marcador foi utilizado.

É uma planilha bem simples, mas você pode clicar na figura acima caso deseje fazer download para utilizá-la para planejar os marcadores de seu blog.

Ao final, compare o número de vezes que cada marcador foi utilizado com o seu total de artigos. Se houver marcadores utilizados apenas uma vez, isso pode indicar que trata-se de um marcador específico demais. Neste caso, é melhor eliminar esse marcador e colocar outro que possa ser utilizado em outro artigo. Se houver outros que foram utilizados em metade ou mais de seus artigos, pode indicar que ele é genérico demais e deve ser dividido em outros.

3. Como definir em que posição os marcadores serão exibidos no artigo?

Algo que muitos desconhecer é que o Blogger permite que você mesmo configure em que posição os marcadores serão exibidos em seus artigos. Você pode definir que eles sejam exibidos no cabeçalho ou rodapé do artigo – ou mesmo escolher para que ele não seja exibido.

Essa definição é feita na área de “Configurações”/”Layout” do blog, clicando em “Editar” no gadget “Postagens no Blog”.

É necessário que a caixa “Marcadores” esteja marcada e que, na área inferior dessa tela, ela seja arrastada para o local desejado.

Em caso de dúvidas, o artigo Defina o que Será Mostrado com seus Artigos mostra mais detalhes sobre este assunto.

4. É interessante exibir a lista de marcadores no blog?

Esta pergunta não tem uma resposta unânime. Há autores que defendem que deve ser exibida uma lista de marcadores aos leitores, enquanto outros acham que isso é desnecessário pelo fato dos marcadores já estarem acessíveis pelos próprios artigos.

Particularmente, prefiro exibir os marcadores. Acredito que seja mais uma forma útil para o visitante encontrar o artigo que procura (ou mesmo encontrar mais informações sobre um determinado assunto).

O Blogger oferece um gadget pronto exibir os Marcadores, justamente com esse nome. Caso você tenha dúvida para inserir um gadget, sugiro a leitura do artigo Como Adicionar Gadgets em seu Blog.

Na tela seguinte, você deve definir as configurações desejadas para a exibição de seus Marcadores. Veja após a figura a explicação e minhas considerações sobre cada item:

  • Mostrar (Todos os marcadores / Marcadores selecionados) – Nesta opção, você informará se quer mostrar todos os seus marcadores, ou apenas alguns deles. Eu prefiro a opção para mostrar todos.
  • Classificação (Em ordem alfabética / Por frequência) – Aqui, você define se os marcadores serão exibidos em ordem alfabética ou de acordo com o seu uso. Se você escolher a segunda opção, serão exibidos primeiro os mais utilizados.
  • Exibir (Lista / Cloud) – A exibição de lista é a forma tradicional, um embaixo do outro. A exibição em “cloud” (ou “nuvem”) é a forma que prefiro utilizar. Ela mostra os marcadores em um único grupo, deixando em fonte em tamanho maior os utilizados com maior frequência. Como exemplo, veja meu gadget, na coluna lateral direita.
  • Mostra o número de postagens por marcador – Marcando esta opção, será exibido o número total de artigos na frente de cada marcador. É uma opção interessante, especialmente para você validar se escolheu bem seus marcadores e se não há marcadores específicos demais.

5. Onde mais posso utilizar os marcadores?

Além de exibir os marcadores nos artigos e no gadget, há ainda outros locais em que você pode utilizá-los. Isso porque o endereço para cada marcador do seu blog é bem simples e segue uma mesma ideia: Clique em qualquer marcador e você notará que sua estrutura é sempre a mostrada abaixo:

endereço_seu_blog/search/label/marcador

Por exemplo: os artigos com o marcador SEO no Gerenciando Blog podem ser acessados pelo link http://www.gerenciandoblog.com.br/search/label/SEO.

Assim, você pode utilizar os marcadores onde achar conveniente, de acordo com sua necessidade e criatividade:

Você pode citar os artigos de um mesmo marcador durante o texto de seu artigo. Por exemplo: “Veja todos os artigos que já escrevi sobre SEO”.

Você também pode criar itens no menu do seu blog para dar acesso rápido ao seu visitante a artigos sobre marcadores importantes. Se você ainda não tem um menu, sugiro a leitura do artigo Como adicionar um menu ao seu blog.

Conclusão

Espero ter conseguido mostrar com este artigo a importância que os marcadores têm para a organização dos seus artigos e a melhor forma para você utilizá-los em seu blog. Seu uso correto será muito importante para que os visitantes encontrem artigos interessantes em seu blog, fidelizando-os e diminuindo sua Taxa de Rejeição.

Tags | , ,

21

abr
2012

Sem Comentários

Em Blog

Por Allison

Como criar um blog de testes no Blogger

Em 21, abr 2012 | Sem Comentários | Em Blog | Por Allison

Fonte: Adelson Smania/gerenciandoblog


Há diversas alterações que você pode realizar em seu blog que apresentam riscos ao seu funcionamento (como os apresentados na séries SEO no Blogger: novidades fantásticas) – sendo alguns riscos maiores e outros menores. Por isso, é uma boa estratégia manter, além do blog principal, um blog de testes onde você pode realizar experimentos à vontade, sem o risco de prejudicar o funcionamento de seu blog oficial. Veja neste artigo algumas dicas para facilitar o trabalho de ter um blog de testes.

Introdução

É natural que você encontre templates, plugins, gadgets e outros recursos que você gostaria de utilizar em seu blog. No entanto, é uma estratégia bastante arriscada colocar esses recursos diretamente em seu blog de produção, pois isso pode lhe trazer diversos problemas:

  • Seu blog pode ficar desconfigurado, com o layout estranho, confundindo seus visitantes.
  • Você pode querer avaliar o recurso antes de colocá-lo no ar, justamente para saber se ele será ou não interessante.
  • O gadget ou plugin pode trazer um código malicioso, o que fará com seu blog seja bloqueado pelos navegadores ou serviços de proteção.
  • Na pior das hipóteses, o seu blog pode ficar fora do ar, devido a um erro de configuração ou mesmo um erro no recurso que você quer utilizar.

Todos esses pontos constituem uma justificativa mais do que razoável para que você possua um blog de testes. Trata-se de um blog que não ficará disponível ao público externo, com um endereço que apenas você conhece, e onde você poderá realizar todas as suas experiências antes de colocar um recurso em seu blog oficial. Caso algo dê errado, seu blog oficial não será impactado e seus visitantes nem ficarão sabendo. No pior dos cenários, se tudo der errado você pode simplesmente deletar seu blog de testes e criar um novo.

Como criar um blog de testes no Blogger

Criar um blog de testes no Blogger é muito simples. Há duas opções: você pode criar um novo blog na própria conta que você já possui hoje ou criar uma nova conta para o blog de testes.

Minha recomendação é que você crie o seu blog de testes na mesma conta que você já utilizada atualmente, para facilitar o seu gerenciamento. Neste caso, basta seguir os passos deste tutorial. Caso você deseje criar uma nova conta, basta acessar o endereço http://www.blogger.com e criar a conta do zero, como você fez da primeira vez que criou seu blog.

Vamos às instruções para criar seu blog de testes:

1. Acesse http://www.blogger.com e entre com seu usuário e senha.

2. Clique no botão “Novo blog”, na coluna esquerda da tela.

3. Defina um nome e endereço para o novo blog, escolha um modelo (pode ser qualquer um, pois você o alterará depois) e clique em “Criar um blog”.

4. Seu novo blog aparecerá em sua lista de blogs. É necessário agora ajustar algumas configurações nele. Para isso, clique em seu nome.

5. Acesse “Configurações” / “Básico”. Na opção “Privacidade”, clique em “Editar”.

6. Modifique as opções para que elas fique conforme abaixo. Isso garantirá que seu blog de testes não seja mostrado nas pesquisas do Google nem nas listas do Blogger. Ao terminar, clique em “Salvar alterações”.

7. Nessa mesma página, em “Permissões”, clique em “Editar” na opção “Leitores do blog”.

8. Modifique-a para “Somente autores do blog”. Isso impedirá que outras pessoas vejam seu blog de testes.

Pronto! O seu blog de testes já está criado e configurado para que outras pessoas não consigam encontrá-lo ou mesmo visitá-lo. Se você for utilizá-lo para testar um novo template, já pode fazer isso da forma como ele está. Mas, se pretende utilizá-lo para testar novos gadgets ou mudanças em seu template atual, é interessante colocar nele o mesmo template do seu blog oficial. Isso é feito seguindo os passos seguintes:

9. Ainda dentro do Blogger, você precisará acessar o seu blog oficial. Para isso, clique na opção “Meus blogs”, no canto superior esquerdo da tela.

10. Clique agora no nome de seu blog oficial.

11. Clique na opção “Modelo”, na coluna esquerda.

12. Clique agora no botão “Fazer backup/Restaurar”, no canto superior direito da tela, abaixo de seu nome.

13. Clique em “Fazer download do modelo completo” e escolha um local de seu computador para salvar seu template oficial. Após salvá-lo, clique no botão “Fechar”.

14. Volte agora ao seu blog de testes, novamente clicando em “Meus blogs” e depois sobre o nome dele.

15. Acesse também a opção “Modelo”, na coluna esquerda, e clique no botão “Fazer backup/Restaurar”.

16. Desta vez, clique no botão “Escolher arquivo” e indique o arquivo que você salvou no item 12. Depois, clique em “Fazer upload”.

Pronto! Agora você terá uma cópia do seu blog, com o mesmo template e os mesmos gadgets do seu blog oficial. Alerto que a cópia não é 100% fiel, especialmente no caso dos gadgets do tipo “HTML/JavaScript”. Para eles, você precisará fazer a cópia dos códigos manualmente e colá-los nos gadgets de seu blog de testes.

Agora, você poderá realizar testes à vontade neste blog, e só aplicar as mudanças em seu blog oficial quando estiver certo do resultado que elas trarão.

Conclusão

Ter um blog de testes é essencial. Sem ele, você corre o risco desnecessário de desestabilizar o seu blog oficial e prejudicar as visitas de seus leitores. É uma ótima forma para você não apenas testar novos recursos, mas também para “treinar” antes de realizar alterações importantes em seu blog oficial.

Tags | , , ,

10

abr
2012

Sem Comentários

Em Blog
Wordpress

Por Allison

5 Sistemas de Comentários para Blogs

Em 10, abr 2012 | Sem Comentários | Em Blog, Wordpress | Por Allison

Fonte: CriarSites

Este é um guest post escrito por Fernando Roberto que trabalha no site da empresa Guia Fácil.

Todos os blogueiros sabem como os comentários são importantes para um blog. Apesar de alguns blogs e sites desativarem os comentários, é sempre bom quando um artigo ou notícia gera uma discussão saudável entre os leitores.

Praticamente todas as plataformas mais utilizadas para a criação de blogs possuem suporte a comentários, incluindo o WordPress e Blogger, mas as vezes a área de comentário dos temas são complicadas, pobres ou visualmente desagradáveis, outras vezes gostaríamos apenas de ter mais opções para os nossos leitores.

Para superar esses problemas surgiram diversos sistemas alternativos de comentários e 5 deles acabaram dominando a maior parte dos blogs, cada um com suas vantagens e desvantagens que serão analisadas a seguir.

Echo

O Echo é um sistema de comentários com opções de login através de redes sociais e ao comentar os leitores ainda podem enviar os comentários para os seus perfis nessas redes. O sistema permite ainda fazer com que as reações no Facebook, Twitter e Google+ apareçam no seu blog na mesma área destinada aos comentários ou em uma aba separada.

Os comentários sendo publicados em tempo real conforme são enviados pelos leitores, sem a necessidade de recarregar a página.

A interface do Echo é muito simples e pode ser trabalhada de diversas maneiras e personalizada ao extremo para permitir melhor integração com o seu site. A interface também não exibe em nenhum momento a logomarca do Echo e sim a do seu site, transmitindo mais confiança para quem comenta.

O Echo possui ainda configurações para definir qualquer usuário como moderador, além de possuir filtros contra spam, o poder de banir usuários e bloquear comentários com determinadas palavras-chaves.

O principal problema em relação ao Echo é que ele não possui opção gratuita, para utilizar o sistema você precisa entrar em contato com a empresa responsável através do site do Echo (www.aboutecho.com) e pedir que entrem em contato com você (apenas inglês).

Apesar de saber que ele não é nem de longe uma opção para a maioria dos blogueiros, resolvi incluí-lo por ser utilizado em grandes sites americanos como o site oficial da Disney e da Discovery Channel, além de ser sempre interessante conhecer outros modelos e ver qual o seu diferencial.

Livefyre

O Livefyre oferece uma ótima integração com as redes sociais, permitindo que seus leitores deixem um comentário logados com o Facebook, Twitter, LinkedIn e Google+ além de permitir comentários com contas do OpenID. As reações de usuários também podem aparecer junto dos comentários, bastando para isso ativar essa opção nas configurações.

Os comentários são publicados em tempo real e novos comentários aparecem sem que seja necessário recarregar a página.

O Livefyre também oferece várias ferramentas para moderação, como controle de spam e bloqueio de comentários de determinados usuários ou com palavras específicas. Além disso você ainda pode permitir que pessoas com perfil no Livefyre ajudem a moderar os comentários do seu blog.

A interface do Livefyre é bastante simples e limpa, mas infelizmente ele não possui tradução para o português, o que pode afastar alguns comentadores em potencial.

O Livefyre possui um botão para dar um “like” nos comentários, mas esse “like” não tem relação nenhuma com o “like ou curtir” do Facebook, servindo apenas para mostrar os comentários mais populares.

O Livefyre é gratuito para sites e blogs com até 2 milhões de páginas visualizadas por mês e sem grandes possibilidades de customização, mas para quem está disposto a investir ele possui diversas opções de planos pagos que infelizmente estão muito longe do que a maioria dos blogueiros está disposto a pagar, além do suporte oficial ser apenas em inglês.

Grandes jornais e sites internacionais passaram a adotar o Livefyre, entre eles estão o New York Times, FOX, The Next Web, The Sun e até mesmo a AOL, além do blog brasileiro Google Discovery.

Acesse o site do Livefyre (www.livefyre.com) para saber mais sobre o sistema e como inserir ele em seu site ou blog.

Disqus (www.disqus.com)

O Disqus, assim como os dois exemplos anteriores possui grande integração com as redes sociais, possuindo a opções de login com Facebook, Twitter, Google, OpenID, Yahoo! Ou com uma conta do próprio Disqus. As reações no Twitter e no Facebook aparecem logo abaixo dos comentários em uma área separada.

O sistema possui opções para anexar imagens do seu computador ou do Flickr e até vídeos do YouTube ao comentário.

Um grande diferencial e possuir suporte para dispositivos móveis, como celulares e smartphones, além da fácil integração com os mais diversas plataformas de blogs, como WordPress, Blogger, Drupal e até mesmo para o Tumblr.

O Disqus também possui um botão para “curtir” um comentário, mas vale ressaltar que assim como no caso do Livefyre, esse botão nada tem haver com o “curtir” do Facebook. Ele também permite aos usuários ordenar os comentários por melhor classificação, mais recentes ou mais antigos.

As opções de moderação também são bastante avançadas, podendo criar listas negras de comentadores e palavras-chave que não deseja ver no seu blog.

O Disqus é possui uma versão grátis e planos pagos. A versão gratuita já possui todas as opções descritas aqui, mas as versões pagas possuem maior possibilidade de alteração do design, suporte a qualquer hora (em inglês), comentários em tempo real e acesso a API do Disqus. Os planos para a versão paga começam a partir de 299 dólares, aproximadamente R$ 540,00.

O Disqus é o sistema alternativo de comentários mais utilizado do mundo, apoiado por vários grandes sites, como o americano Engadget e o brasileiro Papo de Homem.

Para implementar o Disqus em seu site ou blog acesse o site oficial do Disqus (www.disqus.com)

IntenseDebate

Muito semelhante ao Disqus, o IntenseDebate é um sistema de comentários criado pela Automattic, a mesma empresa que criou o WordPress o que facilita muito a integração com a plataforma, mas ele também é compatível com o Blogger, TypePad, Tumblr e muitos outros.

Ele permite login com Facebook, Twitter, OpenID ou com uma conta do WordPress.com, além de possuir vários add-nos que possibilitam o envio de comentários para o Facebook e o Twitter, incorporar vídeos do YouTube, inserir imagens, utilizar emoticons e várias outras funcionalidades.

A integração completa com o Gravatar, outro serviço da Automattic, é mais um diferencial do IntenseDebate. Ele carrega automaticamente a imagem de perfil no Gravatar de todos os leitores que escolheram comentar como visitantes.

Assim como com as opções anteriores você pode definir moderadores para auxiliar na gestão dos comentários e criar listas negras de usuários e palavras-chave. A proteção contra spam é feita com o Akismet, plugin da Automattic para controle de spam. Os comentários possuem a opção de votos negativos ou positivos que melhoram a reputação dos comentadores que também possuem perfil no IntenseDebate.

Os comentários feitos através do IntenseDebate são indexados pelo Google e outros buscadores, assim cada comentário significa mais conteúdo indexado.

O IntenseDebate é completamente gratuito, não existem versões pagas e nem mesmo limite de uso, ele livre!

Infelizmente existe um fator que pesa contra ele, é o peso e a velocidade de carregamento. O IntenseDebate costuma falhar quando acessado através de conexões lentas de internet, principalmente de internet 3G, não carregando os comentários e isso se deve ao fato de ser os sistema mais pesado de todos, em parte devido a grande quantidade de arquivos

Apesar de ser menos utilizado que seu principal rival, o Disqus, o IntenseDebate vem conquistando cada vez mais espaço, principalmente entre os blogs que usam WordPress instalado em um servidor próprio. Entre os grandes sites brasileiros que usam o IntenseDebate estão o Gizmodo Brasil e Brainstorm9.

Para saber como instalar o IntenseDebate em seu site ou blog clique aqui (www.intensedebate.com).

Comentários do Facebook

Recentemente o Facebook liberou seu próprio plugin e código para que os blogueiros utilizassem uma caixa de comentários integrada com o Facebook.

Apesar de o sistema de comentários do Facebook não ter tantos recursos como o IntenseDebate ou Disqus, ele possui sua próprias vantagens, especialmente se você criar uma relação mais íntima entre seu site e essa rede social.

Ao acessar seu site, se os leitores já estiverem logados no Facebook, ele já poderão comentar automaticamente sem a necessidade de fazer login novamente.

Os comentários do Facebook são classificados por relevância, aqueles classificados como spam são escondidos do público. O sistema possui ainda ferramentas de moderação, filtros de gramática e até uma a versão móvel.

Todos os comentários possuem as opções “curtir” e postar no Facebook. Essas opções são perfeitas para gerar ainda mais tráfego a partir da rede social.

A maior desvantagem ao usar o sistema de comentários do Facebook é que ele é processado como um iframe e a maioria dos motores de busca não processam conteúdos dentro de iframes. Portando o sistema de comentários do Facebook não poderá ajudar o seu blog a ter mais conteúdo indexado pelos buscadores.

Um dos empecilhos também diz relação a velocidade de internet, que quando muito lenta, pode não carregar os comentários da forma correta. Caso a data do computador do leitor estiver alterada os comentários do Facebook também podem não carregar.

Outro problema do sistema de comentários do Facebook é ele ser o único que não possui a opção de o leitor comentar usando apenas nome é e-mail, é obrigatório ser um usuário do Facebook para comentar. Esse fato pode afastar pessoas que desejam fazer comentários anônimos ou que simplesmente não possuem perfil na rede social.

Entre os sites brasileiros que utilizam o sistema do Facebook posso citar os blogs Update or Die e Comunicadores.

Para saber como implementar os comentários do Facebook em seu blog ou site clique aqui.

Assim chega ao fim a análise dos 5 principais sistemas de comentários utilizados por blogs e site no Brasil e ao redor do mundo.

Tags | , , ,

10

abr
2012

Sem Comentários

Em Blog

Por Allison

Colocar biografia de cada Autor no final do post no Blogger

Em 10, abr 2012 | Sem Comentários | Em Blog | Por Allison

Este é um guest post escrito por Rosiel Torres que bloga no Plantão Hip Hop onde posta notícias, músicas, clipes e mais sobre Hip Hop.

Fonte: CriarSites

Para blogs que tem vários autores uma forma de colocar uma biografia e links para redes sociais de cada autor no final de cada post no WordPress uma forma fácil de fazer isso é usando o plugin Author Bio Box criado pelo Claudio Sanches, mas e no Blogger como você faria isso? já que no Blogger não é possível usar plugins.

Mas achei uma maneira bem simples de fazer isso no Blogger, você só precisa colocar um código HTML no template do seu blog.

Para colocar entre no Painel de Controle do Blogger e clique em “Modelo“, “Editar HTML“, “Prosseguir” e marque a caixa “Expandir modelo de widgets“, recomendo que antes salve uma cópia do seu template, agora procure (CTRL + F) por <data:post.body/> (você pode achar mais que um <data:post.body/>, então faça um teste para ver qual é o correto) e coloque esse código depois dele.

<b:if cond=’data:blog.pageType == “item”‘>
<b:if cond=’data:post.author == “AUTOR 1“‘>
<h3>Sobre o autor do Blog</h3>
<div class=’separator’ style=’clear: left; float: left; margin-bottom: 1em; margin-right: 1em; text-align: center;’><img border=’0′ src=’Foto do Perfil‘/></div>
<a href=’http://twitter.com/NomedeUsuario‘ target=’_blank’><img src=’http://i43.tinypic.com/4fuazt.png‘/></a>
<a href=’https://www.facebook.com/NomedeUsuario‘ target=’_blank’><img src=’http://i42.tinypic.com/34hgs9v.png‘/></a>
<a href=’https://plus.google.com/IDdaPagina‘ target=’_blank’><img src=’http://i40.tinypic.com/2rq0bp0.png‘/></a>
<a href=’http://LinkdoOrkut‘ target=’_blank’><img src=’http://i44.tinypic.com/hsntl5.gif‘/></a><br/><br/>COLOQUE A DESCRIÇÃO DO AUTOR 1 AQUI.</b:if>

<b:if cond=’data:post.author == “AUTOR 2“‘>
<h3>Sobre o autor do Blog</h3>
<div class=’separator’ style=’clear: left; float: left; margin-bottom: 1em; margin-right: 1em; text-align: center;’><img border=’0′ src=’Foto do Perfil‘/></div>
<a href=’http://twitter.com/NomedeUsuario‘ target=’_blank’><img src=’http://i43.tinypic.com/4fuazt.png‘/></a>
<a href=’https://www.facebook.com/NomedeUsuario‘ target=’_blank’><img src=’http://i42.tinypic.com/34hgs9v.png‘/></a>
<a href=’https://plus.google.com/IDdaPagina‘ target=’_blank’><img src=’http://i40.tinypic.com/2rq0bp0.png‘/></a>
<a href=’http://LinkdoOrkut‘ target=’_blank’><img src=’http://i44.tinypic.com/hsntl5.gif‘/></a><br/><br/>COLOQUE A DESCRIÇÃO DO AUTOR 2 AQUI.</b:if></b:if>

Modificações necessárias:

Antes de salvar você precisa fazer algumas modificações como por exemplo colocar o link do Twitter, foto do perfil e outros, veja abaixo a legenda:

Vermelho = Coloque o nome dos autores, lembrando que tem que colocar igual que está no perfil do Blogger do autor, ou seja se o nome do autor estiver com todas letras minúscula, coloque no código todas minúscula, se estiver só com a primeira letra maiúscula coloque a primeira letra minúscula;

Verde = Coloque o link do seu perfil das redes sociais;

Azul = Aqui está as imagens das redes sociais, recomendo que hospede as imagens no seu blog;

Negrito = Coloque a foto do seu perfil, recomendo que coloque uma foto no tamanho 70×70;

Roxo = Coloque a descrição dos autores.

Depois de fazer as modificações clique em “Visualizar” se não tiver nenhum erro clique em “Salvar“, agora em cada postagem vai estar a biografia e links para as redes sociais de cada autor.

Nesse código está configurado para dois autores, se seu blog tiver mais autores é só repetir o código, só não repita a parte em amarelo, pois essa parte é para a biografia aparece somente nas postagens e não na página inicial.

Tags | , , ,

02

abr
2012

Sem Comentários

Em Blog

Por Allison

Ative a opção ‘Responder’ em seus comentários do blogger

Em 02, abr 2012 | Sem Comentários | Em Blog | Por Allison

Fonte: CriarSites

Este é um guest post escrito por Dieggo Bezerra que administra o Conexão CL.

Esse ano o Blogger / Blogspot está com muitas novidades para todos nós blogueiros que utiliza da plataforma. A novidade da vez é que agora o blogger liberou a opção ‘Responder’ para os comentários de seu blog ou site na plataforma do Blogger.

Essa função já existia há séculos no WordPress e tenho certeza que todos os blogueiros que utiliza a plataforma gratuita do Blogger estavam morrendo de vontade de ter essa novidade disponível para seu blog. O que pode não acontecer!

A nova função foi apenas liberada para todos os modelos de template padrão do Blogger.

Isso significa que se você usa um tema personalizado, não poderá ter essa função no momento. Só se você saber mexer o básico em HTML.

Vou ensinar como ativar a opção ‘Responder’ para seu site ou blog que usa o template personalizado. Não se desespere!

Como sempre, quando se trata em mexer no HTML de seu site ou blog do blogger, aconselho à você fazer o backup de seu tema, para isso basta clicar em ‘Baixar modelo completo’ salvar em seu computador e no caso de der algo errado com a modificaçãod o HTML, basta você fazer o upload de seu modelo baixado e restaurar seu site / blog e deixar como estava antes.

Vamos começar?

Ativando a opção ‘Responder’ nos comentários do blogger em templates personalizados:

1- Faça o loguin de sua conta no blogger, escolha o blog que você quer ativar essa opção, clique em ‘Design’ e depois clique em ‘Editar HTML’.

2- Selecione a caixa ‘Expandir modelos de widgets’ e procure por:

<b:include data='post' name='post'/>

DICA: Para ajudar em sua busca, use o atalho CTRL + F e cole a linha de código acima para encontrar.

Ao encontrar a linha de código acima, selecione toda a parte do código como mostra abaixo:

<b:include data='post' name='post'/>
<b:if cond='data:blog.pageType == &quot;static_page&quot;'>
<b:include data='post' name='comments'/>
</b:if>
<b:if cond='data:blog.pageType == &quot;item&quot;'>
<b:include data='post' name='comments'/>
</b:if>

Após selecionar APENAS a parte do código citado acima, substitua por esse código:

<b:include data='post' name='post'/>
<b:if cond='data:blog.pageType == &quot;static_page&quot;'>
<b:if cond='data:post.showThreadedComments'>
<b:include data='post' name='threaded_comments'/>
<b:else/>
<b:include data='post' name='comments'/>
</b:if>
</b:if>
<b:if cond='data:blog.pageType == &quot;item&quot;'>
<b:if cond='data:post.showThreadedComments'>
<b:include data='post' name='threaded_comments'/>
<b:else/>
<b:include data='post' name='comments'/>
</b:if>
</b:if>

Depois de substituir e colocar o código acima, clique em ‘SALVAR MODELO’ e depois clique em ‘Visualizar blog’.

Se seu blog já tiver comentários, veja se aparece a opção ‘Responder’ caso não tenha, publique um comentário e depois publique outro comentário como resposta para vê se está funcionando direitinho.

Tags | , , ,

01

abr
2012

Sem Comentários

Em Blog

Por Allison

Mostrando título personalizado nas páginas com erro 404 no Blogger

Em 01, abr 2012 | Sem Comentários | Em Blog | Por Allison

Fonte: Iago Melanas/BlogandocomFacilidade

Olá Blogueiros, recentemente, vi um comentário perguntando como mostrar um título personalizado dentro das páginas com erro 404 (o comentário pode ser visualizado aqui). Realmente é algo interessante e algo que planejava publicar há um certo tempo. Dá para fazer isso sim no Blogger, novamente usando a nova condicional que o Blogger disponibilizou. Basta apenas definir um título para o a página usando a condicional e depois puxar o título do blog. O código usado para fazer isso no Blogger é bem simples, porém, poucos sabiam que poderíamos fazer isso. Abaixo temos uma imagem que mostra, basicamente.

Vamos ao Tutorial:

1º – Acesse o painel do seu blog e clique na guia modelo.

2º – Em seguida, clique no botão editar HTML.

3º – Depois, segure as teclas CTRL+F e procure por:

<head>

4º – E, abaixo dele, cole o seguinte código:

<b:if cond='data:blog.pageType == "error_page"'><title>Página não encontrada - <data:blog.title/></title></b:if>

5º – E clique em Salvar Modelo.

Tags | , ,

20

mar
2012

Sem Comentários

Em Blog
Wordpress

Por Allison

Exibindo lista de parceiros lado a lado na lateral

Em 20, mar 2012 | Sem Comentários | Em Blog, Wordpress | Por Allison

Fonte: Iago Melanias/BlogandocomFacilidade

Olá Blogueiros, depois que publicamos o artigo Exibindo lista de parceiros lado a lado na lateral, vários usuários da plataforma WordPress, vieram nos perguntar por que não criamos uma versão para o WordPress, certamente, é uma boa pergunta, mas como gostamos de manter sempre a organização em nossos artigos, resolvemos então criar um tutorial apenas para usuários Blogger e outro, apenas para usuários WordPress. Separar os parceiros dessa forma, economiza um enorme espaço e faz com que sua lateral fique menos poluída em termos de espaço ocupado.

Vamos ao Tutorial:

1º – Acesse o painel do seu blog WordPress e clique na guia Aparência.

2º – Em seguida, clique em Editor

3º – Selecione o arquivo style.css (estilo) e depois da última linha, adicione o seguinte código:

#lista1 {
float: left;
border-right: 1px solid #CCC;
width: 140px;
}
#lista2 {
float: left;
width: 140px;
margin-left: 20px;
}
#lista1, #lista2 {
font-family: Arial,sans-serif;
}
#lista1 ul, #lista2 ul {
margin: 0;
padding: 0;
}
#lista1 ul li, #lista2 ul li {
list-style: none;
}

4º – Depois, clique em Atualizar Arquivo.

5º – Em seguida, clique em Widgets na guia Aparência do seu blog.

6º – Arraste um widget de texto e dê um nome qualquer a ele.

7º – Dentro do conteúdo do widget, cole o seguinte código e lembre-se de substituir os campos negritados:

<div id="lista1">
<ul>
<li><a href="ENDEREÇO DO PARCEIRO" target="_blank" rel="nofollow">NOME DO PARCEIRO</a></li>
<li><a href="ENDEREÇO DO PARCEIRO" target="_blank" rel="nofollow">NOME DO PARCEIRO</a></li>
<li><a href="ENDEREÇO DO PARCEIRO" target="_blank" rel="nofollow">NOME DO PARCEIRO</a></li>
</ul>
</div>
<div id="lista2">
<ul>
<li><a href="ENDEREÇO DO PARCEIRO" target="_blank" rel="nofollow">NOME DO PARCEIRO</a></li>
<li><a href="ENDEREÇO DO PARCEIRO" target="_blank" rel="nofollow">NOME DO PARCEIRO</a></li>
<li><a href="ENDEREÇO DO PARCEIRO" target="_blank" rel="nofollow">NOME DO PARCEIRO</a></li>
</ul>
</div>
  • Lembre-se de substituir os textos negritados em azul e vermelho, pelos respectivos urls e nomes dos parceiros.
  • Para cada novo parceiro, usa-se “<li><a href=”ENDEREÇO DO PARCEIRO” target=”_blank” rel=”nofollow”>NOME DO PARCEIRO</a></li>” (sem aspas) antes da tag </ul> da lista respectiva.

8º – Depois, clique em Salvar.

Tags | , , , ,

07

mar
2012

Sem Comentários

Em Blog
Wordpress

Por Allison

3 desvantagens do sistema de comentários do WordPress

Em 07, mar 2012 | Sem Comentários | Em Blog, Wordpress | Por Allison

Fonte: Iago Melanias/BlogandocomFacilidade

No artigo de hoje, nós debateremos um pouco sobre o sistema de comentários do WordPress. Iremos apontar 3 desvantagens/problemas do sistema de comentários da tal plataforma tão popular. Sabemos que não existe plataforma de criação de blogs perfeita, e o WordPress não é uma exceção, a plataforma também tem vários problemas e nós estamos apontando alguns, que achamos que são desvantagens.

1º – Mais vulnerável à SPAM

Esse é um problema sério do WordPress. O WordPress, por si só, não tem um sistema de detecção de SPAM eficiente. É necessário fazer um cadastro para poder ativar o plugin que, por padrão do WordPress, já vem instalado, porém não ativado ainda. Para ativa-lo, é necessário digitar a API, e para pegar a API, é necessário que seja efetuado um cadastro. Tudo isso pode ser muito trabalhoso para novatos/iniciantes na plataforma.

O WordPress não tem um sistema autossuficiente para poder combater o SPAM na plataforma, isso é algo extremamente ruim para uma plataforma tão profissional como ela e isso acaba por desqualificar o sistema de comentários da plataforma. O SPAM no WordPress, é um dos fatos mais comuns na plataforma, quase todos os dias, recebo dezenas de comentários SPAM’s, porém, os mesmos foram detectados pelo plugin Akismet.

No Blogger, é muito raro aparecer um SPAM nos comentários, e quando aparece, geralmente, ele é detectado pelo sistema de não é exibido, claro. Isso acontece porque o sistema de comentários do Blogger é incorporado à página, e também porque é necessário fazer um login antes de publicar um comentário, numa conta Google, no Open ID ou no WordPress.com, por exemplo. Isso acaba evitando muito, muito SPAM e faz com que a plataforma seja mais amigável.

2º – Imagem do perfil (Avatar) ligado à um serviço externo

Outro problema no sistema de comentários do WordPress, é o fato de você precisar criar uma conta num serviço externo somente para passar a exibir sua imagem nos comentários WordPress. Serviço que muitos desconhecem, nós mesmos já recebemos diversos pedidos para como ensinar a fazer isso no WordPress, inclusive, o Antonio criou um artigo sobre isso: “Como mostrar o Avatar em Blogs WordPress“.

3º – Cópia de identidade facilitada

Você já parou para ver como é fácil ser uma outra pessoa num sistema de comentários WordPress? Para você ser uma falsa identidade no WordPress, você só precisa digitar o nome de outra pessoa, o e-mail dela e o blog. Dessa forma, você consegue ser qualquer um facilmente. Por exemplo, eu sei o e-mail do Antonio Faneca, claro que sei seu nome e blog (claro), eu posso muito bem entrar em qualquer blog e ser um Antonio Faneca nos comentários.

Tags | , , , , ,

29

fev
2012

Sem Comentários

Em Blog
CSS
HTML

Por Allison

Caixa de Feed Simples com CSS3

Em 29, fev 2012 | Sem Comentários | Em Blog, CSS, HTML | Por Allison

Fonte: Iago Melanias/BlogandocomFacilidade

No artigo de hoje, aprenderemos como inserir uma caixa de feed simples no Blogger. Precisamos sempre achar formas de conseguir mais leitores fidelizados, os feeds ligam muito os leitores aos blogs, e as caixas de assinar feed são táticas para conseguir mais assinantes. A caixa possui gradientes com CSS3 e tem um Design bem interessante. Temos abaixo a imagem que demonstra bem o que vamos inserir.


Vamos ao Tutorial:

1º – Acesse o painel do seu blog e clique na guia modelo.

2º – Clique no botão Editar HTML e segure as teclas CTRL+F e procure por:

]]></b:skin>

3º – E, acima dele, cole o seguinte código:

#input-rss {
width: 185px;
padding: 8px;
-webkit-border-radius: 3px;
-moz-border-radius: 3px;
border-radius: 3px;
-webkit-box-shadow: rgb(204, 204, 204) 0px 0px 8px 0px inset;
box-shadow: rgb(204, 204, 204) 0px 0px 8px 0px inset;
-moz-box-shadow: rgb(204, 204, 204) 0px 0px 8px 0px inset;
border: 1px solid #CCC;
font-size: 12px;
height: 15px;
border-image: initial;
float: left;
margin-right: 6px;
}
#input-rss:focus {
border: 1px solid gray;
outline: none;
}
#btn-assinar {
cursor: pointer;
margin-top: -7px;
height: 31px;
color: white!important;
background: #1F9CD8;
background: -moz-linear-gradient(top, rgba(31, 156, 216, 1) 0%, rgba(14, 131, 201, 1) 100%);
background: -webkit-gradient(linear, left top, left bottom, color-stop(0%,rgba(31, 156, 216, 1)), color-stop(100%,rgba(14, 131, 201, 1)));
background: -webkit-linear-gradient(top, rgba(31, 156, 216, 1) 0%,rgba(14, 131, 201, 1) 100%);
background: -o-linear-gradient(top, rgba(31, 156, 216, 1) 0%,rgba(14, 131, 201, 1) 100%);
background: -ms-linear-gradient(top, rgba(31, 156, 216, 1) 0%,rgba(14, 131, 201, 1) 100%);
background: linear-gradient(top, rgba(31, 156, 216, 1) 0%,rgba(14, 131, 201, 1) 100%);
filter: progid:DXImageTransform.Microsoft.gradient( startColorstr='#1f9cd8', endColorstr='#0e83c9',GradientType=0 );
border: 1px solid #085988;
font-size: 17px;
color: white;
-webkit-border-radius: 3px;
-moz-border-radius: 3px;
border-radius: 3px;
padding: 8px;
cursor: pointer;
float: left;
line-height: 12px;
text-shadow: 1px 1px 1px #117AAB;
filter: dropshadow(color=#117aab, offx=1, offy=1);
border-image: initial;
}
#btn-assinar:hover {
background: #1F9CD8;
}

4º – Depois, clique em Salvar Modelo.

5º – Agora, vá até a guia Layout e clique em Adicionar Gadget.

6º – Selecione o Gadget HTML/Javascript e no conteúdo dele cole o seguinte código:

<form action="http://feedburner.google.com/fb/a/mailverify" method="post" target="popupwindow" onsubmit="window.open('http://feedburner.google.com/fb/a/mailverify?uri=NOME DO SEU FEED', 'popupwindow', 'scrollbars=yes,width=550,height=520');return true">
<input style="display: initial;" id="input-rss" class="input-rss" type="text" name="email" />
<input type="hidden" value="NOME DO SEU FEED" name="uri" /><input type="hidden" name="loc" value="pt_BR" />
<input id="btn-assinar" class="mais" style="width: 90px;margin-top: 1px;font-size: 15px;" type="submit" value=" ASSINAR " />
</form>

Lembre-se de substituir as duas partes que tem “Nome do seu Feed”.

7º – Depois, clique em Salvar.

Tags | , , ,

23

dez
2011

Sem Comentários

Em Blog
Wordpress

Por Allison

Diminua a Taxa de Rejeição em seu Blog com o 2Leep

Em 23, dez 2011 | Sem Comentários | Em Blog, Wordpress | Por Allison

Um dos maiores desafios dos blogueiros hoje em dia é diminuir a taxa de rejeição de seu blog.

Fazer com que o visitante entre em seu blog e se interesse por conteúdos que vão além da pagina que ele entrou, é em sem duvida uma tarefa árdua que não se resume em apenas um código ou widget e sim em várias técnicas usadas de forma inteligente.

Mas hoje venho indicar o 2leep.com que é uma ferramenta que ajudará você diminuir a TR (Taxa de Rejeição) do seu blog. O 2leep é uma ferramenta para exibir artigos relacionados no WordPress ou Blogger.

Claro que existem outras opções, mas acredito que o 2leep seja o melhor, pois suporta as duas plataforma de criação mais utilizadas (WordPress e Blogger) e ele também conta com estatísticas de views e cliques.

Para utilizar o serviço, antes é preciso criar uma conta, mas é tudo muito rápido. Acesse get.2leep.com, clique em ‘iobter um widget’ coloque o endereço do seu blog e clique em “próximo”. Veja:

Aguarde o serviço coletar as informações do blog e depois você será redirecionado para o passo 3. Agora no passo 3 você ira escolher o estilho do widget existem 5 modelos escolha o que melhor se adapta ao seu blog (você poderá escolher outro mais tarde em sua conta).

Agora no 4ª passo e último será preciso fornecer um e-mail e senha para criar sua conta. Veja:

Agora você será redirecionado para sua conta onde poderá configurar melhor o widget, as opções são bem fáceis.

Inserir no Blogger

Para inserir no Blogger é bem simples, vá em Modelo >> Editar HTML marque a opção “Expandir modelos de widgets” e procure por:

<div class='post-footer-line post-footer-line-1'>

E insira o código fornecido pelo 2Leep logo abaixo. Para inserir somente nas paginas dos posts coloque o código entre:

<b:if cond='data:blog.pageType == &quot;item&quot;'> e </b:if>

Inserir no WordPress

Para inserir no WodPress você deve clicar no ícone do WP logo em cima do campo onde fica o código e depois faça o download do plug-in. Veja:

Agora faça o download:

Depois de salvar o plug-in em seu PC basta fazer o upload na pasta /wp-content/plugins/ e ativar o plug-ing e pronto, não é preciso fazer mais nenhuma configuração no WordPress ou no plug-in.

Acesse o 2Leep>>>

Fonte: Celso Lemes/Criar Sites

Tags | , , , ,

17

dez
2011

Sem Comentários

Em Blog
Wordpress

Por Allison

Como Criar ou Recuperar um Backup de seus Posts no Blogger

Em 17, dez 2011 | Sem Comentários | Em Blog, Wordpress | Por Allison

Assim como acontece com nossos computadores, os servidores de hospedagens também estão suscetíveis a problemas diversos, como arquivos corrompidos, problemas com os bancos de dados ou mesmo uma invasão, que podem levar a perda dos dados de todos os sites armazenados. Por isso é importante sempre ter uma cópia de segurança de todo o conteúdo publicado em nossos sites e blogs para o caso de alguma catástrofe.

É necessário criar cópias de segurança no Blogger

Embora o Blogger não tenha a fama de apresentar problemas com seus servidores, algumas pessoas tem reclamado de que seus blogs foram excluídos sem explicação clara, o que é um problema que poderia ser amenizado com uma cópia de todos os posts, já que desta forma seria possível recuperar pelo menos o conteúdo.

Além disso a cópia de segurança também pode ser útil para quem pensa em mudar de blog, já que a cópia poderia ser utilizada para transferir o conteúdo de um blog para outro, inclusive do Blogger para WordPress.

Se você usa o WordPress, confira o artigo “Crie cópias de segurança de seu blog WordPress“.

Como exportar o blog no Blogger

Se você tem um blog no Blogger e deseja criar uma cópia de segurança de seu conteúdo, acesse o painel de controle e clique na aba “Configurações“. Lá você encontrará as opções “Importar Blog“, “Exportar Blog” e “Excluir Blog“.

Clique em “Exportar Blog” e na nova página clique no botão “Fazer Download do Blog” para iniciar o download de um arquivo XML que contém os posts de seu blog.

Como importar o blog

Se você precisa recuperar uma cópia por qualquer motivo, você deve acessar o painel de controle, clicar em “Configurações” e desta vez clicar em “Importar Blog“.

Na janela que aparece selecione o arquivo que você exportou anteriormente em seu computador, digite a palavra anti fraude que apare e clique no botão “Importar Blog“.

Dicas

Para manter seu blog seguro é recomendado que você faça backups periódicos dependendo da frequência com que você publica seus posts, desta forma você mantém sempre uma cópia com os últimos posts publicados.

Para quem pretende importar posts de outro blog, lembre-se de que o Google está penalizando sites e blogs com conteúdo duplicado (cópia). Portanto se pensa em fazer isso, recomendo que apague o blog antigo depois de fazer a transferência.

Se pretende excluir seu blog, tenha em mente que não poderá voltar atrás.

Nota

Vi a dica deste artigo no Life Find no artigo “Fazendo o backup do layout e das postagens no Blogger“.

Fonte: Celso Lemes/CriarSites

Tags | , , , ,

23

nov
2011

Sem Comentários

Em Blog
HTML

Por Allison

Como Usar o Novo Doctype do HTML5

Em 23, nov 2011 | Sem Comentários | Em Blog, HTML | Por Allison

Hoje iremos aprender à usar o novo Doctype do HTML5, o novo doctype do HTML5 é bem mais compacto e está cada dia mais presente na web, nos últimos meses o número de desenvolvedores web que adotaram o HTML5 cresceu significativamente, mas ainda existem muitos webdesigners que criam um modelo em html5 mas esquecem do novo Doctype, inacreditavelmente. O Novo Doctype que vou citar nessa postagem já vem com as ferramentas de compatibilidade para IE 6, IE 7e IE 8. Quando comecei a Desenvolver HTML5 esse foi um dos principais problemas, não imaginava qual era o Doctype, hoje vim quebrar o galho dos desenvolvedores que ainda têm essas dúvidas, lembre-se: não use o doctype se o seu blog não estiver em html5, e muito menos adicione o logo do html5 se ele não estiver, isso é uma violação e pode ser considerado até crime, estude html5 e faça um projeto todo em html5 e não apenas adicione a logo ou doctype, ou pague um webdesigner especializado na área para desenvolver um projeto para você.

Vamos ao Tutorial:

1. Acesse o Painel do seu Blog e depois clique na Guia Modal.

2. Segure as teclas CTRL+F e procure por:

<head>

3. Selecione todo o código que estiver acima dele e substitua pelo seguinte:

<?xml version="1.0" encoding="UTF-8" ?>
<!DOCTYPE html><!--[if IE 6]> <html id="ie6" dir="ltr" lang="pt-BR">
<![endif]--><!--[if IE 7]> <html id="ie7" dir="ltr" lang="pt-BR"> <![endif]--><!--[if IE 8]> <html id="ie8" dir="ltr" lang="pt-BR"> <![endif]--><!--[if !(IE 6) | !(IE 7) | !(IE 8) ]><!--><html dir="ltr" lang="pt-BR"> <!--<![endif]-->

4. Depois clique em Salvar Modelo.

Se o Blogger fizer um Ajuste no Código que você adicionou, não se preocupe, isso é normal, o Blogger ajusta o Código Automaticamente de acordo com o Modelo do seu Blog.

Fonte: Iago Melanias/Blogando com facilidade

Tags | , , ,