Image Image Image Image Image
Scroll to Top

Topo

asp.net

23

nov
2011

Sem Comentários

Em Blog
C#
Código

Por Allison

Token e Sessão Corrente com C#.NET

Em 23, nov 2011 | Sem Comentários | Em Blog, C#, Código | Por Allison

Hoje vou falar um pouco e mostrar via código como pegar o número do token ou sessão corrente do usuário que está navegando em seu sistema ou site. Lembro que esse código serve para qualquer tipo de aplicativo.

Usado: Visual Studio .NET 2010, Linguagem C#.NET, Plataforma ASP.NET.

O que vou falar é simples de fazer, porém, quase ninguém sabe que existe esse tipo de informação disponível no framework .NET.

Geralmente, esse tipo de informação é utilizada em sistema de comércio eletrônico que guarda as informações do usuário relacionando a um número qualquer, que pode ser um token ou sessão corrente.

O primeiro passo é importar uma classe dentro da classe principal do sistema.

using System.Security.Principal;

Para pegar o token corrente, coloque o código:

WindowsIdentity.GetCurrent().Token.ToString();

O código acima busca um número do token que pode ser gerado a cada acesso. Para manter o mesmo código é bom pegar o valor e gerar em uma sessão ou token.

Para pegar a sessão corrente, coloque o código:

Session.SessionID.ToString();

Para testar, você pode mandar escrever os valores na tela com o Response.Write.

protected void Page_Load(object sender, EventArgs e)
{
Response.Write(WindowsIdentity.GetCurrent().Token.ToString());
Response.Write("<Br><br>"+Session.SessionID.ToString());
}

No meu teste, foi impresso na tela os seguintes dados.

1316 - Token
ts3iammnrqpdrvxcjgjwrss2 - Sessao

Note que o token é um número com 4 dígitos e a sessão é composta de números e letras. Dependendo do que está precisando um ou outro pode ser de grande valia.

É isso. Espero que tenha gostado e qualquer dúvida pode entrar em contato pelo site.

Fonte: Maurício Junior/IMasters

Tags | , , ,

06

nov
2011

Sem Comentários

Em Blog

Por Allison

Token e Sessão Corrente com C#.NET

Em 06, nov 2011 | Sem Comentários | Em Blog | Por Allison

Hoje vou falar um pouco e mostrar via código como pegar o número do token ou sessão corrente do usuário que está navegando em seu sistema ou site. Lembro que esse código serve para qualquer tipo de aplicativo.

Usado: Visual Studio .NET 2010, Linguagem C#.NET, Plataforma ASP.NET.

O que vou falar é simples de fazer, porém, quase ninguém sabe que existe esse tipo de informação disponível no framework .NET.

Geralmente, esse tipo de informação é utilizada em sistema de comércio eletrônico que guarda as informações do usuário relacionando a um número qualquer, que pode ser um token ou sessão corrente.

O primeiro passo é importar uma classe dentro da classe principal do sistema.

using System.Security.Principal;

Para pegar o token corrente, coloque o código:

WindowsIdentity.GetCurrent().Token.ToString();

O código acima busca um número do token que pode ser gerado a cada acesso. Para manter o mesmo código é bom pegar o valor e gerar em uma sessão ou token.

Para pegar a sessão corrente, coloque o código:

Session.SessionID.ToString();

Para testar, você pode mandar escrever os valores na tela com o Response.Write.

protected void Page_Load(object sender, EventArgs e)
        {
            Response.Write(WindowsIdentity.GetCurrent().Token.ToString());
            Response.Write("<Br><br>"+Session.SessionID.ToString());
        }

No meu teste, foi impresso na tela os seguintes dados.

1316 - Token
ts3iammnrqpdrvxcjgjwrss2 - Sessao

Note que o token é um número com 4 dígitos e a sessão é composta de números e letras. Dependendo do que está precisando um ou outro pode ser de grande valia.

É isso. Espero que tenha gostado e qualquer dúvida pode entrar em contato pelo site.

Fonte: Mauricio Junior/IMaster

Tags | , , ,

22

out
2011

Sem Comentários

Em Blog

Por Allison

Mono 2.12: o que vem por aí

Em 22, out 2011 | Sem Comentários | Em Blog | Por Allison

Antecipando o lançamento do release beta público do Mono 2.12, Miguel de Icaza apresentou o plano de funcionalidades do release, incluindo muitas das APIs do .NET 4.5 e o suporte a Async do C# 5. Haverá também um coletor de lixo melhorado, o suporte à tabela completa de caracteres substitutos do Unicode e um novo backend para o compilador do C#.

Assim como em versões anteriores, o código experimental inicia na versão 2.11 e entra no release 2.12 quando a equipe do Mono o considerar estável.

C#

O compilador de C# do Mono agora traz uma implementação completa de Async e Await. No passado, o Mono tinha vários compiladores de C#, voltados a perfis diferentes. Com a transição do IKVM.Reflection para o backend, o Mono agora pode oferecer um único compilador para CLR2, CLR4, Silverlight, MonoTouch e Mono para Android.

As palavras-chave do C#__makeref, __reftype e __refvalue, além da estrutura TypedReference, são agora suportadas. O shell interativo e os recursos de “compilador como serviço” continuam sendo melhorados, e a função Evaluator.Eval agora pode lidar com classes inteiras e structs. Antes somente sentenças (statements) e expressões eram permitidas.

Análise de código

A implementação da Microsoft dos Contratos de Código ainda está em definição, mas a ideia está se concretizando: foi anunciado um analisador de contratos de código por Alexander Chebaturkin.

.NET 4.5

O perfil 4.5 do .NET, que fica desabilitado por padrão, inclui as bibliotecas do TPL Dataflow, que deve oferecer vantagens de desempenho significativas para os desenvolvedores do lado servidor, que se disponham a seguir patterns de envio de mensagens.

A equipe do Mono também pretende implementar as funcionalidades do WinRT que sejam aplicáveis ao desenvolvimento cross-platform, incluindo threads, criptografia e APIs de rede. Miguel de Icaza destacou que a equipe não pretende suportar as bibliotecas de interface gráfica do WinRT, por preferirem interfaces gráficas específicas à plataforma.

Coleta de lixo

Continua o trabalho no coletor de lixo SGen. Anteriormente, só era realizada em paralelo a marcação dos objetos; a coleta do berçario (nursery) era feita em um thread único. Na nova versão do Mono, no entanto, o coletor permitirá a coleta paralela. Miguel de Icaza também mencionou o suporte nativo a MacOS e iOS pelo coletor de lixo, mas ainda não forneceu detalhes.

Fonte: Jonathan Allen , traduzido por Leonardo Galvão/InfoQ

Tags | , , , ,

27

ago
2011

Sem Comentários

Em Blog

Por Allison

Dica ASP.NET para alerta e nova página

Em 27, ago 2011 | Sem Comentários | Em Blog | Por Allison

Olá, pessoal, hoje vou falar um pouco das coisas simples, mas que se tornam complicadas quando colocamos o objeto Ajax do .NET na aplicação. Um exemplo disso são as mensagens em javascript, ou as que surgem no momento de abrir um popup. Antes de colocar o objeto <ScriptManager> ou o <ToolkitScriptManager>, todas as mensagens javascript de alerta ou script para abrir popup funcionam sem qualquer problema.

Depois de colocar as tags e usar o <UpdatePanel> e o <ContentTemplate>, aquelas mensagens que funcionam deixam de funcionar apresentando apenas um erro na tela. Todo esse processo é mostrado quando a mensagem javascript está dentro do código VB.NET ou C#.NET.

O objetivo é mostrar uma forma simples e fácil de como deixar funcionando os comandos javascripts dentro do C#.NET.

Usado: Linguagem C#.NET, ferramenta Visual Studio 2010, plataforma ASP.NET (web).

A mensagem deve vir de dentro do código de programação, como na imagem 1. Veja no código 1 como tem que ficar.

Imagem 1

Ao clicar no botão da página aspx, o campo não foi preenchido e, de acordo com a regra do sistema, precisa ser preenchido pelo usuário. Foi usado o ScriptManager.RegisterClientScriptBlock passando alguns parâmetros particulares para exibição da mensagem mantendo ainda os dados da tela aspx.

ScriptManager.RegisterClientScriptBlock(this, this.GetType(),”sua-mensagem”, “alert(‘sua mensagem qualquer’)”, true);

Código 1

Analisando o Código 1, veja que a parte onde fica “sua-mensagem” é apenas um controle, como se fosse um id de objeto de tela, ou seja, não deve ser repetido na mesma página. Não é necessário passar o <script>javascript:</script>, basta colocar o alert ou confirm para quem usa.

Para exibir uma mensagem na tela pegando alguma variável do próprio C#.NET, basta utilizar as aspas e a concatenação:

String situacao = “meu nome”;

ScriptManager.RegisterClientScriptBlock(this, this.GetType(), “mensagem-1”, “alert(‘” + situacao + “‘);”, true);

Código 2

Esse código resolveu o meu problema para exibição de alerta javascript na página. Ele pode resolver o seu também. Finalizando, para abrir outra página executando dentro do código C#.NET, veja o código seguinte:

ScriptManager.RegisterClientScriptBlock(this, this.GetType(), “abrir-1”, “window.open(‘pagina.aspx’)”, true);

Código 3

O Código 3 executa o window.open chamando a página. Em resumo, todo código javascript que quiser colocar dentro do C#.NET pode ser colocado de acordo com os exemplos acima.

Fonte: IMaster

Tags | , , , , ,