Image Image Image Image Image
Scroll to Top

Topo

22

jan
2012

Sem Comentários

Em Blog
Cloud Computing

Por Allison

2012: Cloud já é realidade

Em 22, jan 2012 | Sem Comentários | Em Blog, Cloud Computing | Por Allison

Fonte: Cezar Taurion/IMasters

O tema cloud computing já está se tornando realidade, embora ainda demande muita discussão e opiniões conflitantes. A cada dia vemos o ecossistema criado em torno da computação em nuvem se consolidar e mais e mais casos de sucesso são divulgados. E como todo janeiro, que tal falarmos das perspectivas de cloud para o ano que entra?

Não vou citar estatisticas e previsões porque nem sempre os analistas de indústria que fornecem estas estatísticas e estimativas concordam entre si nos numeros.

As três camadas de cloud – IaaS, PaaS e SaaS – podem ser vistas como uma hierarquia, onde na camada mais de baixo temos IaaS, acima dela temos a PaaS e no topo SaaS. As camadas superiores são construídas em cima das camadas de baixo. Os benefícios obtidos são diretamente relacionados com a camada. Ou seja, quanto mais alta a camada, maiores os benefícios potenciais.

IaaS pode ser considerado como a camada “comoditizada” pois oferece basicamente infraestrutura virtual, abstraindo os equipamentos físicos dos usuários e não oferece conteúdo.

O SaaS, por sua vez, possibilita um nível de abstração mais alto. O usuário só vê as funcionalidades do software, sem precisar saber qual tecnologia é utilizada e nem mesmo se preocupar com upgrades de versões.

O uso de PaaS, pelo menos durante 2012, deve ficar restrito às plataformas dos fornecedores de SaaS que as utilizam como extensão das funcionalidades de seus produtos. O exemplo mais emblemático é o force.com que permite criar aplicativos que expandem as funcionalidades do salesforce.

Posteriormente veremos PaaS se consolidando com tecnologias próprias, separadas dos fornecedores de SaaS. Isto vai acontecer com o amadurecimento no uso de cloud, quando as empresas que utilizarem as PaaS acopladas aos SaaS identificarão que estarão aprisionados nestas plataformas. Um aplicativo escrito para um PaaS acoplado a um SaaS só funciona com aquele SaaS específico.

Mas é indiscutível que ainda estamos aprendendo a explorar a potencialidade da computação em nuvem e vamos aprender muito mais nos próximos anos. Os primeiros projetos têm sido exploratórios, o que é natural.

O que veremos este ano? Nuvens recheadas de workloads típicos para serem terceirizados via SaaS e aplicações on-premise transferidas para nuvens IaaS. Estarão abrindo caminho para a plena adoção do modelo, e embora limitados em seus impactos.

Na verdade, os ciclos de mudança tecnológica levam alguns anos para amadurecer. Provavelmente em 2020, a computação em nuvem será lugar comum, mas isso só será possível se os primeiros passos forem dados agora em 2012. Cloud computing é realidade agora e já deveria estar no radar dos gestores de TI de todas as empresas.

Até a próxima!

Redes Sociais

Tags | , , ,

Enviar um Comentário