Image Image Image Image Image
Scroll to Top

Topo

12

dez
2011

Sem Comentários

Em Blog
e-commerce

Por Vinicius AC

Plataforma de E-Commerce – Criar, alugar ou comprar?

Em 12, dez 2011 | Sem Comentários | Em Blog, e-commerce | Por Vinicius AC

Caros, recentemente passei a me interessar bastante por e-commerce, mercado que vem crescendo muito nos últimos 2 anos, porém, me interesso mais como empreendedor do que como desenvolvedor, assim, nos post que fizer sobre o assunto, vou procurar dar um enfoque comercial (se é que eu posso dizer assim), do que técnico.

Na QConSP, vi a apresentação de Gabriel BenzPaulo César Jeveaux da Giran sobre a lojawine.com.br, na apresentação, falaram de diversos aspectos técnicos, e um ponto que achei bem interessante: Como orientar o cliente na hora de selecionar a plataforma, se vale a pena criar, alugar ou comprar uma plataforma de e-commerce.

O critério deles se baseia em 2 pontos: requisitos e recursos, ou seja, o que você precisa, e o que você dispõem. Os requisitos estão divididos em complexidade, exclusividade, integrações, urgência e estratégia. Os recursos estão divididos em investimento, equipe de desenvolvimento e experiência com e-commerce.

Assim, seguindo estes critérios vamos detalhar as situações onde é melhor criar, alugar ou comprar.

Alugar a plataforma de e-commerce

No Brasil existe uma infinidade de fornecedores de plataformas de comércio eletrônico que você pode alugar, assim é importante definir as funcionlidades que você espera encontrar antes de ir procurar um fornecedor. Seguindo os critérios propostos, você deve procurar uma plataforma quando nos seus requisitos:

  • A complexidade é baixa
  • Não se exige exclusividade
  • A necessidade de integração com outras ferramentas é baixa
  • A urgência para o lançamento é muito alta
  • E sua estratégia de mercado é relativamente baixa

E os seus recursos:

  • Baixo investimento
  • Sem equipe de desenvolvimento ou uma pessoa de desenvolvimento
  • Pouca ou nenhuma experiência com e-commerce

Em resumo, baixo investimento com pouca experiência: Alugue, você vai evitar muita dor de cabeça, com desenvolvimento e operação, pois virá tudo pronto pra você. Claro que quando seu negócio começar a esquentar você precisará de algo mais robusto, que seja mais flexível, e com certeza precisará mudar de plataforma, quando este momento chegar, você deve avaliar outras opções do mercado, as vezes ainda compensa alugar outra plataforma, antes de entrar em algo customizado e mais caro.

Comprar uma plataforma de comércio eletrônico

Legal, seu negócio esquentou, porém você não se sente seguro para contratar uma agência/software house para desenvolver sua plataforma, e nos seus requisitos:

  • A complexidade é média, afinal você já sabe o que precisa ter na sua plataforma
  • Você já precisa de algumas funcionalidades exclusivas para o seu nicho de mercado
  • Precisa integrar sua plataforma com um CRM ou ERP de baixo custo
  • Tem uma certa urgência para operar, porém pode esperar até as customizações estarem prontas
  • Sua estratégia de mercado exige alguns cuidados que uma plataforma pronta não atende

E os seus recursos:

  • Investimento moderado, você esta disposto a gastar um pouco mais para ter essa ferramenta redonda pra você
  • Tem uma equipe de desenvolvimento capaz de adaptar essa ferramenta para suas necessidades
  • Já tem alguma experiência operando e manipulando um e-commerce

Você já experimentou o mercado, progrediu, expandiu e as plataformas convencionais não te atende mais, e a líder de mercado é muito cara, talvez seja uma boa comprar uma plataforma. A vantagem de comprar uma plataforma é ter um código feito e customizado para ser uma loja, e pode ser moldada exclusivamente para o seu negócio.

A compra de uma plataforma demanda alguns cuidados, primeiro que você esta comprando código bruto, tá certo que esse código é uma loja, mas para ele virar a sua loja vai um tremendo esforço: equipe competente e experiente, para aprender a trabalhar nesse código, infra-estrutura para desenvolvimento, homologação e produção, webdesigner, especialista em SEO e SEM, e por ai vai, além de precisar de um ou dois profissionais para cuidar da manutenção e desempenho da sua loja.

Busque esta alternativa caso você encontre uma ferramenta extraordinária, muito bem consolidada e madura no mercado, e se você (ou alguém de confiança) tiver experiencia em projetos de desenvolvimento, caso contrário pode ser uma tremenda canoa furada, valendo mais a pena a próxima opção: Criar.

Criar sua própria plataforma de e-commerce

Criar uma plataforma de comércio eletrônico para operar sua loja virtual é o mundo ideal. Tudo funcionando do jeito que você quer, sem as limitações que você encontrou nas plataformas prontas, pode ter aquele campinho que você quer para falar de alguma vantagem, ou um checkbox só para mudar a cor do fundo de um único produto, ou seja, 100% de customização. Portanto seguindo a metodologia, você poderá criar uma plataforma quando seus recursos:

  • A complexidade é média, afinal você já sabe o que precisa ter na sua plataforma
  • Você quer 100% de customização sobre sua loja, ou por necessidade do seu nicho ou pelo que for, você pode ter isso se criar a plataforma
  • Precisa integrar sua plataforma com ferramentas externas, e elas tem que funcionar sem problemas
  • Não tem urgência em operar a loja, criar uma plataforma leva tempo
  • Sua estratégia de mercado é exclusiva, e os formatos convencionais (aluguel de plataforma) não atendem sua necessidade

E os seus recursos:

  • Alto investimento
  • Equipe de desenvolvimento da casa ou locada para o desenvolvimento exclusivo
  • Tem experiência em e-commerce para saber o que não pode faltar na ferramenta

Esta alternativa é muito atrativa, visto que você pode criar algo pequeno e ir expandindo junto com seu negócio. Com a profissionalização do mercado web, você encontra facilmente uma empresa séria e responsável para tocar o seu projeto, ou se você tiver condições de montar uma equipe interna para realizar o projeto, melhor ainda.

Porém nem tudo são flores, a empresa ou sua equipe, irá precisar de orientação para criar sua plataforma. Eles podem descobrir o que todos tem e colocar na sua também, no entanto, onde estaria a vantagem de criar uma plataforma se ela for igual as que você aluga?

Criar a plataforma exige tempo, dedicação, e dinheiro. Além disso, técnicas modernas de desenvolvimento de software (TDD, BDD, Controle de versão, ambientes de desenvolvimento, homologação e produção, etc) são necessárias para garantir uma plataforma consistente e robusta que irá crescer sem dar dor de cabeça, portanto, nem imagine em pedir para seu sobrinho que mexe com computador, ou o amigo do vizinho que entende de Corel Draw. Criar um software é coisa séria, e se mal feito poderá te levar a falência antes de ser lançado.

Grátis – Open Source

Sei que existe algumas plataformas open source que você pode instalar e começar a funcionar, cito duas: osCommerceMagento.

Eu já mexi no osCommerce e posso garantir que é um dos códigos mais complexos que existe por ai a fora, sem padrão e com uma interface pra lá de engessada, não é uma boa alternativa caso precisa de um mínimo de customização. Se for utilizar os plugins da comunidade tudo bem, mas se precisar alterar algo da loja em si, desista, não vale a pena.

Magento é uma plataforma de e-commerce bem mais moderna que o osCommerce, e apesar de o modelo de dados utilizado nele não me agradar, é sem dúvida muito superior ao osCommerce, sendo mais facil sua customização e adaptação, inclusive com uma facilidade imensa para se alterar a interface por já seguir os padrões web, também é possível comprar lojas prontas já específicas para o seu nicho (pode conferir algumas no ThemeForest).

Vale uma observação: customizar uma dessas plataformas, em alguns casos, pode ser mais caro que criar uma plataforma do zero, portanto, muita atenção e cuidado ao optar por uma delas. No entanto, incentivo a todos que façam alguns testes com o Magento, tenho certeza que irá gostar da plataforma.

Conclusão

Na minha opnião, alugue para começar, conheça os players do mercado, descubra o porque de se usar isso ou aquilo para desenvolver, aprenda os termos tecnológicos do mercado (CSS, HTML, XML, Integração, ERP, PHP, .NET, etc), depois disso e com a experiência de operar um e-commerce, você saberá se é bom comprar ou criar uma plataforma.

Fonte: Cristian Medeiros / Blog do Ecommerce

Redes Sociais

Tags | , , , ,

Enviar um Comentário